Epidemia de meningite deixa mais de mil mortos na Nigéria

Os primeiros casos de infecção pelo vírus da meningite C, que apareceu pela primeira vez como epidemia na Nigéria, foram detectados em novembro

Mais de 1.000 pessoas morreram desde novembro no norte da Nigéria devido ao vírus da meningite que se propagou na região, embora a epidemia já esteja sob controle, anunciou na quinta-feira o Centro nacional de vigilância de doenças (NCDC).

"Até 9 de maio de 2017 foram registrados 13.420 casos de suspeita de meningite em 23 estados do país, que causaram 1.069 mortes, 8% das pessoas infectadas", declarou o NCDC em um comunicado.

A epidemia está presente em metade dos 36 estados da Nigéria.

Os primeiros casos de infecção pelo vírus da meningite C, que apareceu pela primeira vez como epidemia na Nigéria, foram detectados em novembro no estado de Zamfara.

Depois, o vírus se propagou a outros 22 estados, até que as autoridades lançaram uma campanha maciça de vacinação.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.