Mundo

Copiloto tentou ligar pelo celular antes de voo desaparecer

A ligação foi cortada "porque, talvez, o avião se afastou subitamente da antena de telecomunicações", segundo jornal malaio

Painel do aeroporto de Pequim mostra em vermelho a indicação do voo MH370 depois do anúncio de seu desparecimento em 8 de março de 2014 (AFP/Arquivos)

Painel do aeroporto de Pequim mostra em vermelho a indicação do voo MH370 depois do anúncio de seu desparecimento em 8 de março de 2014 (AFP/Arquivos)

DR

Da Redação

Publicado em 12 de abril de 2014 às 10h49.

Kuala Lumpur - O copiloto do voo MH370 da Malaysia Airlines, desaparecido há mais de um mês com 239 pessoas a bordo, tentou fazer uma ligação com seu celular um pouco antes de o avião desaparecer dos radares, afirmou neste sábado um jornal malaio, citando investigadores anônimos.

A ligação foi cortada "porque, talvez, o avião se afastou subitamente da antena de telecomunicações", afirmou o New Straits Times (NST), sem indicar para quem o copiloto ligou.

Segundo outra fonte citada pelo jornal, o celular de Fariq Abdul Hamid foi "reconectado" à rede, mas não se sabe com certeza se fez uma ligação do Boeing 777 desaparecido em 8 de março.

O avião, que cobria a rota entre Kuala Lumpur e Pequim, teria voado a baixa altitude perto da ilha de Penang, na costa oeste da Malásia, permitindo assim que uma rede captasse o sinal do celular do copiloto.

"Mas uma reconexão não significa necessariamente que ele fez uma ligação", afirmou uma das fontes.

O ministro dos Transportes da Malásia declarou à AFP que examinará estas informações e realizará comentários posteriores.

Acompanhe tudo sobre:Boeing 777Malaysia AirlinesVoo MH370

Mais de Mundo

Procurador do Tribunal Penal Internacional pede prisão de Netanyahu e líder do Hamas

Vice-presidente Lai assume a presidência de Taiwan e pede o fim da 'intimidação" chinesa

Presidente Luis Abinader declara vitória em eleição da República Dominicana

A nova variante da covid-19 que vem preocupando os americanos

Mais na Exame