Convenção Republicana teve pouco impacto em intenção de voto

A pesquisa realizada com mais de 1,8 mil eleitores, mostra Romney com 46% de intenções de votos, similar aos 47% apontados na pesquisa anterior

Washington - O candidato à Presidência dos Estados Unidos Mitt Romney não conseguiu fazer com que o impacto midiático da Convenção Republicana aumentasse sua porcentagem nas pesquisas eleitorais, segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira pelo instituto Gallup.

A pesquisa realizada com mais de 1,8 mil eleitores, entre os dias 31 de agosto e 3 de setembro, mostra Romney com 46% de intenções de votos, similar aos 47% apontados na pesquisa anterior, realizada entre os dias 24 e 27 de agosto, antes do início da Convenção do Partido Republicano em Tampa. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Tradicionalmente, as convenções dos partidos têm um grande poder midiático, pois são transmitidas em horário de máxima audiência e servem para impulsionar os candidatos nas pesquisas.

Só John Kerry, candidato democrata no ano 2004, e George McGovern, que enfrentou em 1972 o republicano Richard Nixon, não tinham conseguido melhorar nas pesquisas após as convenções de seus respectivos partidos.

As pesquisas do Gallup mostram que 47% dos eleitores apoiam o presidente Barack Obama, enquanto 46% apoiam Mitt Romney.

No dia 30, Romney fez seu discurso aceitando a nomeação por parte do Partido Republicano, no horário de maior audiência da televisão americana, discurso que parece não ter convencido os eleitores indecisos.

No entanto, pouco depois do discurso de 11 de agosto, feito pelo candidato republicano à vice-presidência, Paul Ryan, Romney conseguiu manter, durante nove dias, uma pequena vantagem de dois pontos percentuais sobre Obama, algo que não ocorreu depois da convenção.

Na segunda-feira, o Gallup apresentou outra pesquisa na qual perguntava aos eleitores se a Convenção Republicana havia convencido que Romney é o mais preparado para assumir a Presidência.

Entre os eleitores que se definiram como independentes, 36% consideraram que após a convenção é 'mais provável' que votem em Romney, enquanto 33% acreditam que é 'menos provável', por isso que os analistas do instituto consideram que a convenção teve um 'impacto mínimo' nas intenções de voto. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também