Acompanhe:

COI anuncia acordo para Los Angeles sediar Olimpíada de 2028

Fechado o acordo com Los Angeles, Paris ficará como sede dos Jogos Olímpicos de 2024

Modo escuro

Continua após a publicidade
Olimpíadas: a ratificação da escolha das sedes acontecerá apenas em 13 de setembro (Reprodução/Getty Images)

Olimpíadas: a ratificação da escolha das sedes acontecerá apenas em 13 de setembro (Reprodução/Getty Images)

E
EFE

Publicado em 31 de julho de 2017 às, 18h58.

Depois de alguns meses de especulações, o Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou nesta segunda-feira que chegou a um acordo com Los Angeles para que a cidade americana sedie os Jogos de 2028, abrindo caminho para que Paris receba o evento esportivo quatro anos antes.

"O COI comemora esta decisão do Comitê de Candidaturas Olímpica e Paralímpica de Los Angeles. E temos o prazer de divulgar o contrato de cidade-sede de 2028 de forma transparente e no momento correto. Los Angeles apresentou uma excelente candidatura que abrange as prioridades de sustentabilidade da Agenda Olímpica 2020, maximizando o uso das instalações existentes e incentivando o envolvimento dos mais jovens no Movimento Olímpico", declarou o presidente do comitê internacional, Thomas Bach, em comunicado.

À espera do trâmite formal da votação do Conselho Municipal e do Comitê Olímpico Americano (USOC), o pacto, que conta com o apoio do presidente Donald Trump, prevê que Los Angeles receberá US$ 1,8 bilhão do COI.

A ratificação da escolha das sedes dessas duas edições dos Jogos, entretanto, acontecerá apenas em 13 de setembro, na Sessão de Lima do comitê.

Bach confia em um acordo que, em sua visão, beneficiará Paris, Los Angeles a própria entidade.

"Estamos muito confiantes que podemos chegar a um acordo tripartite sob a liderança do COI com Los Angeles e Paris em agosto, criando uma situação ganha-ganha-ganha para as três partes. O acordo vai ser levado à Sessão do COI em Lima, em setembro, para ratificação", esclareceu o dirigente, que deu detalhes da proposta da segunda cidade mais populosa dos Estados Unidos.

"(As autoridades de Los Angeles) Apresentaram uma forte e entusiasmada candidatura que admite as prioridades de sustentabilidade contida na Agenda Olímpica 2020. Estamos muito felizes de poder expandir o impacto do programa de esporte juvenil e apoiar o estilo de vida saudável dos 'angelinos' para os próximos 11 anos", destacou.

Eric Garcetti, prefeito da cidade americana, que até agora disputava com Paris o direito de sediar os Jogos em 2024, também comemorou o anúncio e lembrou que Los Angeles recebeu o evento em 1932 e 1984.

"É um dia histórico para a cidade, para os Estados Unidos e para os movimentos Olímpico e Paralímpico no mundo todo. Hoje demos um grande passo para devolver os Jogos à cidade pela primeira vez em uma geração e começar um novo capítulo na história olímpica de Los Angeles", declarou.

Últimas Notícias

Ver mais
Essa empresa gaúcha de doces vai patrocinar o Brasil nas Olimpíadas e busca faturar R$ 1 bi em 2025
seloNegócios

Essa empresa gaúcha de doces vai patrocinar o Brasil nas Olimpíadas e busca faturar R$ 1 bi em 2025

Há um dia

Olimpíadas de Paris: se chover, qualidade da água do Sena pode adiar maratona aquática
ESG

Olimpíadas de Paris: se chover, qualidade da água do Sena pode adiar maratona aquática

Há 2 dias

Medalhistas de ouro nas Olimpíadas de Paris vão receber R$ 250 mil da Federação de Atletismo
Esporte

Medalhistas de ouro nas Olimpíadas de Paris vão receber R$ 250 mil da Federação de Atletismo

Há 2 dias

Paris-2024: Ministra francesa nega 'abuso orçamentário' dos Jogos Olímpicos
Mundo

Paris-2024: Ministra francesa nega 'abuso orçamentário' dos Jogos Olímpicos

Há 5 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais