Acompanhe:

Closer entrega arquivos digitais de fotos de topless de Kate

O tribunal de Nanterre, nos subúrbios de Paris, tinha ordenado na terça-feira que a Closer entregasse todos os seus arquivos das fotos a representantes do casal real

Modo escuro

Capa da revista Closer, com as fotos de Kate: a justiça francesa tinha proibido na terça-feira novas divulgações ou revenda das fotos da duquesa Kate de topless (©AFP / Kenzo Tribouillard)

Capa da revista Closer, com as fotos de Kate: a justiça francesa tinha proibido na terça-feira novas divulgações ou revenda das fotos da duquesa Kate de topless (©AFP / Kenzo Tribouillard)

D
Da Redação

Publicado em 19 de setembro de 2012, 18h32.

Nanterre - A revista de celebridades francesa Closer entregou, nesta quarta-feira, aos representantes da duquesa de Cambridge Kate e do príncipe William, os arquivos digitais das fotos da jovem de topless, informou uma fonte próxima ao caso.

O tribunal de Nanterre, nos subúrbios de Paris, tinha ordenado na terça-feira que a Closer entregasse todos os seus arquivos das fotos a representantes do casal real em um prazo de 24 horas, informando que a revista seria multada em 10 mil euros (13.000 dólares) a cada dia de atraso.

Contudo, outra fonte ligada ao caso tinha reconhecido na terça-feira que é muito difícil ter plena certeza de que a revista não manteve cópias desses arquivos.

Enquanto isso, a revista sueca Se och Hör publicou nesta quarta-feira fotografias da duquesa de Cambridge de topless, uma semana depois da francesa Closer.

Esta é a quarta publicação que divulga as polêmicas fotos, junto com a Closer, a irlandesa Daily Star e a italiana Chi.

A justiça francesa tinha proibido na terça-feira novas divulgações ou revenda das fotos da duquesa Kate de topless, decisão que foi recebida com "alegria" pelo príncipe William e sua esposa.