Mundo

China facilita compra de carros 'verdes'

Plano prevê venda de aproximadamente 65 milhões de veículos ecológicos para este ano

Consumidores que optarem por veículos menos poluentes receberão benefícios, como liberação do rodízio (Germano Lüders/EXAME.com)

Consumidores que optarem por veículos menos poluentes receberão benefícios, como liberação do rodízio (Germano Lüders/EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 16 de novembro de 2011 às 14h53.

São Paulo - A China está incentivando a compra de veículos ecologicamente corretos. Para popularizar os modelos menos poluentes, o governo libera do rodízio e dos sorteios de obtenção de licença para circular todos os consumidores que optarem por estes carros.

Após anunciar a implantação de cem projetos de energia limpa, a China busca estimular a compra de automóveis verdes e assim reduzir a poluição em 25 grandes cidades do país como Pequim (norte), Xangai (este), Dalian (nordeste) e Cantão (sul).

Com a obtenção destes veículos, o comprador não precisará esperar pelo sorteio das licenças que muitas vezes demora meses para sair e, por causa disso, algumas empresas perderam vendas.

De acordo com as autoridades, as facilidades em adquirir um carro será acompanhada de uma campanha de instalação de postos de recarga nas cidades que aderirem ao plano. O projeto estima que sejam construídos mais de dez mil postos de recarga até 2020 nestes locais. O mesmo plano ainda prevê cerca de 65 milhões de veículos ecológicos para este ano.

A China segue investindo em energias limpas. Só no ano passado, o governo anunciou uma ajuda de 13 mil euros para a compra de veículos híbridos e elétricos como forma de incentivo às tecnologias e redução de emissões de gases de efeito estufa.

Acompanhe tudo sobre:ÁsiaAutoindústriaCarrosCarros elétricosCarros híbridosChinaPoluiçãoSustentabilidadeVeículos

Mais de Mundo

Biden aproveita condenação de Donald Trump para pedir doações para campanha nas redes sociais; veja

Trump vai ser preso? Quando sai a sentença? Veja respostas

Com novo primeiro-ministro, Haiti se debate entre a esperança e a prudência

Trump é condenado por fraude em processo envolvendo suborno a ex-atriz pornô

Mais na Exame