Acompanhe:

Canadá deixará de utilizar carvão para eletricidade em 2030

A ministra do Meio Ambiente do Canadádisse que a medida permitirá a redução das emissões em mais de 5 megatoneladas

Modo escuro

Continua após a publicidade
Carvão: ao todo, 11% da energia elétrica gerada atualmente no Canadá é produzida por usinas de carvão (Jono Brennan/ CC)

Carvão: ao todo, 11% da energia elétrica gerada atualmente no Canadá é produzida por usinas de carvão (Jono Brennan/ CC)

E
EFE

Publicado em 21 de novembro de 2016 às, 16h40.

Toronto - O governo canadense anunciou nesta segunda-feira que deixará de utilizar o carvão para produzir eletricidade em 2030 e que quer até lá ter 90% da sua capacidade de geração de eletricidade com fontes que não causem o efeito estufa.

Ao anunciar a medida, a ministra do Meio Ambiente do Canadá, Catherine McKenna, afirmou em entrevista coletiva que "a eliminação de carvão tradicional da mistura energética e sua substituição com tecnologias mais limpas, reduzirá de forma significativa" as emissões canadenses.

Catherine disse que a medida permitirá a redução das emissões em mais de 5 megatoneladas, o que equivale à eliminação de 1,3 milhão de automóveis.

Ao todo, 11% da energia elétrica gerada atualmente no Canadá é produzida por usinas de carvão, que são responsáveis por mais de 70% das emissões de gases causadores do efeito estufa do setor de geração de eletricidade e de 8% do total das emissões do país.

O setor elétrico afirma que 83% da energia gerada no país não emite esses nocivos gases.

O governo canadense anunciou que a eliminação das usinas de carvão será apoiada com verba do Canadian Infrastructure Bank, recém-criado pelo governo em Ottawa, mas o plano foi rejeitado hoje por uma das quatro províncias do país que ainda utilizam o carvão como base.

O primeiro-ministro da província de Saskatchewan, o conservador Brad Wall, disse que irá se opor a qualquer "tentativa de implantar um imposto ao carvão" na província.

Últimas Notícias

Ver mais
Com previsão de R$ 18,2 bilhões em investimentos, 1º leilão de transmissão de 2024 será em março
Economia

Com previsão de R$ 18,2 bilhões em investimentos, 1º leilão de transmissão de 2024 será em março

Há 5 dias

Prefeitura anuncia plano para transformar 11% de SP em área verde e prevê indenizações
Brasil

Prefeitura anuncia plano para transformar 11% de SP em área verde e prevê indenizações

Há 6 dias

Sem chuvas, hidrelétricas poderão estar com a metade da capacidade em abril, diz ONS
Brasil

Sem chuvas, hidrelétricas poderão estar com a metade da capacidade em abril, diz ONS

Há uma semana

"Incêndios zumbis" se alastram e viram motivo de preocupação no Canadá
Mundo

"Incêndios zumbis" se alastram e viram motivo de preocupação no Canadá

Há uma semana

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais