Avião que caiu no Egito não foi alvo de atentado, diz Rússia

Ministério de Transporte da Rússia classificou como falsa a informação de que o avião om 224 pessoas a bordo que caiu no Egito tenha sido alvo de terrorismo

Moscou - O Ministério de Transporte da Rússia classificou como inverídicas as informações que apontaram que o avião russo com 224 pessoas a bordo que caiu na Península do Sinai, no Egito, tivesse sido alvo de um atentado terrorista.

"Em alguns veículos de imprensa apareceram informações de que o avião de passageiros russo que voava de Sharm el-Sheikh a São Petersburgo foi atingido por um míssil lançado por terroristas. Esta informação não pode ser considerada verídica", informou o ministro do Transporte, Maxim Sokolov.

De acordo com o político, as autoridades de Rússia e Egito estão em contato próximo, e "neste momento não há nenhuma informação que confirme essas fantasias". 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.