Após inauguração, trem de alta velocidade da Índia se choca com vaca

Modi e a comitiva inaugural viajaram da capital para Varanasi na sexta, mas neste sábado, na viagem de volta, o trem atropelou uma vaca

O trem mais rápido da Índia começou a funcionar neste sábado (16), mas a viagem teve que ser suspensa rapidamente após o meio de transporte bater em uma vaca, um dia depois da solene cerimônia de inauguração protagonizada pelo primeiro-ministro, Narendra Modi.

O Vande Bharat Express, construído na Índia, cobre a linha Nova Délhi-Varanasi.

Modi e a comitiva inaugural viajaram da capital para Varanasi na sexta, mas neste sábado, na viagem de volta, o trem atropelou uma vaca, deixando o transporte de quatro vagões sem luz, além de danificar o sistema de frenagem, segundo os ferroviários indianos.

O trem finalmente pôde chegar ao seu destino em Nova Délhi “de forma segura”, indicou uma porta-voz da companhia, Smita Vats Sharma, à AFP.

As batidas em vacas, um animal sagrado na Índia, são frequentes nas estradas e ferrovias, particularmente no estado de Uttar Pradesh, onde aconteceu esse incidente.

O Vande Bharat Express pode chegar a uma velocidade de 180 km/h. O trajeto entre Nova Délhi e Varanasi, cidade sagrada do Hinduísmo às margens do rio Ganges, é de 850 quilômetros.

Cerca de 23 milhões de indianos usam o trem diariamente.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.