Mundo

Alemanha prende suspeitos de sabotagem contra instalações militares

A ideia seria prejudicar o apoio dado pelo país à Ucrânia na guerra contra os russos

Publicado em 18 de abril de 2024 às 10h56.

Dois homens de nacionalidade alemã e russa foram presos no sul da Alemanha, suspeitos de planejarem ataques contra instalações militares norte-americanas no país. De nomes Dieter S. e Alexander J., os indivíduos são suspeitos de operar em benefício do Kremlin como espiões russos, de acordo com a mídia alemã.

Eles foram detidos na semana passada. Suas casas e locais de trabalho estão sob investigação.

Segundo autoridades da Alemanha, Dieter está sendo acusado de "conspirar para causar um ataque explosivo e incêndio", agindo para fins de sabotagem e para a coleta de informações de instalações militares.

Segundo promotores alemães, ele estava discutindo a possibilidade de realizar esses atos na Alemanha com uma pessoa ligada à inteligência russa desde outubro. Dieter teria observado algumas instalações, tirando fotos e vídeos, e repassado os dados ao seu contato russo.

O objetivo seria prejudicar o apoio dado à Ucrânia pela Alemanha na guerra contra a Rússia.

Conforme publicou o Der Spiegel, o principal foco de Dieter era a instalação Grafenwöhr, na Bavária, no sul da Alemanha. O local tem sido usado pelos Estados Unidos para treinar tropas ucranianas.

Já Alexander J. é suspeito de apoiar Dieter, além de espionar em nome de um serviço estrangeiro.

Dmitry Peskov, secretário de imprensa de Putin, afirmou a repórteres que o Kremlin não tinha informações sobre as prisões realizadas.

A Alemanha é atualmente a segunda maior fornecedora de armas para a Ucrânia na guerra contra a Rússia. "Sabemos que o aparato de poder russo está focando no nosso país", declarou o ministro da Justiça alemão, Marco Buschmann, na rede social X após as prisões. De acordo com ele, o país deve reagir de forma resoluta à ameaça.

Acompanhe tudo sobre:AlemanhaUcrâniaRússia

Mais de Mundo

Em crise, Butão quer reerguer economia através da 'felicidade bruta'

Como a IA pode afetar a eleição nos EUA?

Otan anuncia ‘muro de drones’ em sua fronteira com a Rússia após nova provocação de Moscou

Tratado para preparar o mundo para a próxima pandemia termina sem acordo

Mais na Exame