4 policiais são mortos por guerrilheiros na Colômbia

Policiais foram vítimas de ataques dos rebeldes do Exército da Libertação Nacional (ELN)

Bogotá - As autoridades relataram nesta terça-feira a morte de quatro policiais no noroeste da Colômbia vítimas de ataques dos rebeldes do Exército da Libertação Nacional (ELN).

O ministro da Defesa, Juan Carlos Pinzón, escreveu na sua conta do Twitter que a patrulha policial foi atacada por integrantes do ELN no município de Saravena, cerca de 360 quilômetros ao noroeste de Bogotá.

O incidente ocorreu às 9h30 da manhã "quando um grupo de seis policiais que andavam em três motocicletas foi alcançado por uma carga explosiva nas proximidades de Saravena", explicou ao telefone à Associated Press o coronel Camilo Alvarez, comandante da polícia na cidade.

O ELN é a segunda maior guerrilha do país depois das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e, segundo dados oficiais, tem em suas fileiras cerca de 2 mil integrantes.

O grupo já admitiu em público o seu interesse por iniciar um processo de negociação similar ao que as Farc mantém com o governo colombiano desde o fim de 2012.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.