Acompanhe:

Preço nominal de imóveis volta a crescer em 2018 após 3 anos de queda

A informação foi divulgada hoje, pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip)

Modo escuro

Continua após a publicidade
Avenida Paulista, em São Paulo: mercado imobiliário tem aumento de preços (Germano Lüders/Exame)

Avenida Paulista, em São Paulo: mercado imobiliário tem aumento de preços (Germano Lüders/Exame)

d
do Estadão Conteúdo

Publicado em 21 de janeiro de 2019 às, 14h14.

São Paulo - O preço nominal médio dos imóveis residenciais em dez capitais brasileiras subiu 0,64% em 2018. Com isso, os preços no mercado imobiliário voltaram para o campo positivo após fecharem em queda por três anos consecutivos: 2017 (-0,60%), 2016 (-2,26%) e 2015 (-0,20%).

Os dados foram divulgados nesta segunda-feira, 21, pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), cuja pesquisa considera os valores de imóveis vendidos por meio de financiamento bancário.

A pesquisa mostrou que, em 2018, oito das dez capitais pesquisadas tiveram alta nos preços: Belo Horizonte (0,27%), Brasília (0,29%), Porto Alegre (0,40%), Goiânia (1,14%), Curitiba (1,17%), São Paulo (1,31%), Fortaleza (1,31%) e Salvador (1,33%). Na contramão, houve queda dos preços no Rio de Janeiro (-1,49%) e em Recife (-0,22%).

Apesar da elevação nominal dos preços na maioria das capitais, os valores ficaram abaixo da inflação no período, o que ainda representa uma desvalorização real dos imóveis.

A Abecip avaliou que uma recuperação mais forte do mercado imobiliário, capaz de impactar os preços reais, ainda depende de um conjunto de fatores, como a aceleração da economia nacional e a aprovação de reformas estruturais no País.

"O desempenho do mercado imobiliário ainda depende da aprovação das reformas necessárias para que esta retomada seja suficiente para impactar a confiança de investidores e as condições do mercado de trabalho que possibilitem um crescimento significativo da massa salarial", afirmou a Abecip, em nota.

A entidade disse também que as condições para o financiamento das moradias devem melhorar com a tendência de permanência das taxas de juros em níveis historicamente baixos.

Últimas Notícias

Ver mais
Posso emprestar um imóvel? Como garantir que o bem seguirá sendo meu?
seloMercado imobiliário

Posso emprestar um imóvel? Como garantir que o bem seguirá sendo meu?

Há 11 horas

Baixo crescimento do Brasil nas últimas décadas se deve a impostos e juros altos, diz Alckmin
Economia

Baixo crescimento do Brasil nas últimas décadas se deve a impostos e juros altos, diz Alckmin

Há 2 dias

Aluguel: veja onde preço anunciado se aproxima do valor real, segundo Índice EXAME-Loft
seloMercado imobiliário

Aluguel: veja onde preço anunciado se aproxima do valor real, segundo Índice EXAME-Loft

Há 2 dias

Nova divisão, franquias e consultoria: o que a Lello fez para crescer 33% em locação comercial
seloMercado imobiliário

Nova divisão, franquias e consultoria: o que a Lello fez para crescer 33% em locação comercial

Há 3 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais