Mercado imobiliário
Acompanhe:

Preço do aluguel em São Paulo sobe 15,5% em 2022, diz levantamento do QuintoAndar

O índice também revela que, apesar de preços mais altos, há espaço para negociação na hora de alugar um imóvel em São Paulo

Aluguel em SP: Na capital, o valor médio do metro quadrado no ano passado foi de R$ 42,22 (Germano Lüders/Exame)

Aluguel em SP: Na capital, o valor médio do metro quadrado no ano passado foi de R$ 42,22 (Germano Lüders/Exame)

E
Estadão Conteúdo

Publicado em 13 de janeiro de 2023, 14h33.

Última atualização em 13 de janeiro de 2023, 15h28.

A cidade de São Paulo encerrou 2022 com alta de 15,52% nos preços de aluguel, segundo o Índice de Aluguel Quinto Andar, divulgado nesta sexta-feira, 13. Em 2021, essa variação foi de 3,16%, e em 2020, ano da pandemia da covid-19, os preços tiveram caíram 5,4%. Na capital, o valor médio do metro quadrado no ano passado foi de R$ 42,22.

O índice também revela que, apesar de preços mais altos, há espaço para negociação na hora de alugar um imóvel em São Paulo.

Em dezembro de 2022, a diferença média entre os valores anunciados e os valores contratados foi de 10,1%, ou seja, os preços de aluguel chegam a ser 10,1% mais baratos do que os valores anunciados.

Vila Olímpia ocupa a primeira posição no ranking dos bairros mais caros para se alugar um imóvel na cidade em 2022. No bairro o preço médio por metro quadrado foi de R$ 69,60, R$ 27,38 mais caro do que o preço médio da capital.

Em seguida na lista estão os bairros Real Parque, Pinheiros, Vila Conceição, Santo Amaro e Vila Madalena.

Entre os bairros que mais se valorizaram em 2022, Bom Retiro sai na frente, com 37% de variação acumulada no ano. Pinheiros (32 2%), Vila Clementino (31,6%) e Água Fria (31,5%) também se destacaram.

Do outro lado, o bairro que mais se desvalorizou no ano foi o Centro, com baixa de 8,6% no preço médio do aluguel. Logo em seguida estão Jardim Anália Franco (-8,3%), Barra Funda (-4,7%) e Casa Verde (-4,2%).

O armário foi o filtro mais utilizado nas buscas por imóvel para alugar em São Paulo em 2022. Segundo o Quinto Andar, uma das hipóteses para essa liderança é o fato dos armários serem, geralmente, um móvel planejado.

Os inquilinos podem entender que alugar um imóvel sem armários pode gerar um custo extra alto e sem retorno, uma vez que provavelmente não serão levados em caso de mudança.

Os cinco filtros mais buscados em São Paulo em 2022 foram, respectivamente: armários na cozinha, armários embutidos no quarto, apartamento cobertura, novos ou reformados, e armários nos banheiros.

LEIA TAMBÉM:

Últimas Notícias

ver mais
Fundos imobiliários: quais bairros de São Paulo são os mais procurados
seloMercado imobiliário

Fundos imobiliários: quais bairros de São Paulo são os mais procurados

Há menos de um minuto • 1 min de leitura
Novo plano Diretor mira frear 'boom' de apartamentos compactos
seloMercado imobiliário

Novo plano Diretor mira frear 'boom' de apartamentos compactos

Há menos de um minuto • 1 min de leitura
Não é Rio, nem SP: qual capital tem o preço de imóvel mais alto do país?
seloMercado imobiliário

Não é Rio, nem SP: qual capital tem o preço de imóvel mais alto do país?

Há menos de um minuto • 1 min de leitura
Preço dos imóveis encerra 2022 com maior alta dos últimos 8 anos
seloMercado imobiliário

Preço dos imóveis encerra 2022 com maior alta dos últimos 8 anos

Há menos de um minuto • 1 min de leitura
icon

Brands

ver mais

Uma palavra dos nossos parceiros

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

leia mais