Itaú reduz os juros do cheque especial

Pouco antes da divulgação do resultado da nova taxa Selic o Itaú Unibanco anunciouuma nova redução, de 1,5 ponto porcentual ao mês na modalidade

Itaú: nova taxa média da modalidade passa a ser de 10,86% ao mês, em média (Jean-Pierre Pingoud/Bloomberg News/Bloomberg)

Itaú: nova taxa média da modalidade passa a ser de 10,86% ao mês, em média (Jean-Pierre Pingoud/Bloomberg News/Bloomberg)

Marília Almeida

Marília Almeida

Publicado em 20 de setembro de 2018 às 12h29.

São Paulo - O Itaú Unibanco se antecipou ao resultado do Copom e anunciou nesta quarta-feira (19), às 17h, uma nova redução, de 1,5 ponto porcentual ao mês, nos juros cobrados no cheque especial. A nova taxa da modalidade passa a ser de 10,86% ao mês, em média.

O benefício, contudo, só vale para clientes que recebem salário na conta corrente do banco.

Em nota, o Itaú declara que já realizou sucessivos cortes em diversas linhas de crédito nos últimos meses, acompanhando a queda da Selic, que está em sua mínima histórica, o patamar de 6,5% ao ano.

No ano, a queda acumulada dos juros no cheque especial do banco é de 1,88 ponto porcentual.

 

 

 

Acompanhe tudo sobre:BancosCheque especialCopomItaú

Mais de Minhas Finanças

Pé-de-meia: pagamento de R$ 200 por frequência começa dia 25

Receita Federal libera consulta ao lote residual do IR; veja se você recebe

Calendário de licenciamento de 2024: Detran-SP divulga datas para pagamento; veja

Como consultar o abono salarial do PIS/Pasep 2024? Confira

Mais na Exame