Cupons e cashbacks movimentam mais de R$ 1,5 bilhão no primeiro semestre

Segundo o portal de ofertas Cuponomia, a busca por cupons relativos a serviços de delivery aumentou 400%, enquanto para supermercado e farmácia subiu 200%
Comércio eletrônico: cerca de 80% dos usuários do portal de ofertas Cuponomia têm entre 18 e 35 anos (Getty Images/Getty Images)
Comércio eletrônico: cerca de 80% dos usuários do portal de ofertas Cuponomia têm entre 18 e 35 anos (Getty Images/Getty Images)
N
Natália FlachPublicado em 19/07/2020 às 07:55.

Com aumento das vendas pela internet, os cupons de desconto e estornos de compras (cashbacks, em inglês) movimentaram, no primeiro semestre, mais de 1,5 bilhão de reais. Deste total, o portal de ofertas Cuponomia foi responsável por cerca de 500 milhões de reais. "É equivalente ao que fizemos durante todo o ano de 2019", afirma Ivan Zeredo, diretor de marketing do Cuponomia. "A crise provoca um impacto financeiro negativo, e as pessoas procuram formas para que as despesas caibam no orçamento."

Não à toa, durante o isolamento social, a busca por cupons relativos a serviços de delivery aumentou 400%. Já a procura por descontos em supermercados e farmácias online subiu 200%, enquanto em jogos online avançou 150% e em serviços de streaming, 100%. Ao todo, 30 milhões de cupons foram resgatados no site e 6 milhões de reais foram devolvidos por meio do programa de cashback.

Cerca de 80% dos usuários do portal têm entre 18 e 35 anos, e os estados com mais clientes são São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Bahia.

A barreira mais forte é no começo. Vencida essa etapa, a expectativa é que os usuários continuem usando cupons e cashback, mesmo depois da pandemia."