As ações que pagam dividendos mais indicadas para julho

Levantamento feito pela EXAME aponta as ações mais recomendadas por 16 corretoras para este mês
Dividendos: analistas destacam a atuação da empresa no mercado de transmissão de energia (Gabriel Vergani / EyeEm/Getty Images)
Dividendos: analistas destacam a atuação da empresa no mercado de transmissão de energia (Gabriel Vergani / EyeEm/Getty Images)
Karla Mamona
Karla Mamona

Publicado em 02/07/2020 às 18:36.

Última atualização em 02/07/2020 às 19:30.

As ações da Taesa (TAEE11), empresa de transmissão de energia, lideram as recomendações de corretoras para julho entre as boas pagadoras de dividendos. Os papéis da companhia foram indicados por oito entre as 16 carteiras consultadas pela EXAME.

Os analistas destacam a atuação da empresa no mercado de transmissão de energia elétrica no Brasil, com receitas baseadas em contratos pré-estabelecidos e com reajustes por inflação. Além da companhia não ter dívida atrelada ao dólar e poder investir em novos projetos e ainda assim seguir com payout (porcentagem do lucro líquido distribuído) elevado, levando a um dividend yield na casa dos 8,0% em 2020/21.

"Temos um maior grau de confiança de que a Taesa seja um dos poucos nomes a manter a distribuição de 100% de lucros em 2020, pois sua posição de caixa de 2,4 bilhões de reais e nossa estimativa de Ebitda para 2020 de 1,3 bilhão de reais são suficientes para fazer frente aos investimentos em 2020 de 1,0 bilhão-1,1 bilhão de reais e vencimentos de dívida de 734 milhões de reais", afirma a equipe econômica da XP.

Outro destaque foram as ações da Itaúsa. Sobre a holding, os analistas seguem otimistas acreditando nos negócios investidos (Itaú, Alpargatas, Duratex e NTS). "Apesar da expectativa de um menor fluxo de caixa de suas investidas, que reflete em uma possivel redução nos valores de dividendos, as ações podem estar em um bom momento de entrada, ainda longe das máximas de 52 semanas (13,84 reais) para uma carteira de longo prazo", afirmam os analistas da Elite Corretora.

Ação Recomendações
Taesa (TAEE11) 8
Itaúsa (ITSA4) 7
Telefônica Vivo (VIVT4) 7
B3 (B3SA3) 5
Transmissão Paulista (TRPL4) 5
BB Seguridade (BBSE3) 4
Banco do Brasil (BBAS3) 4
Klabin (KLBN4) 4
Itaú Unibanco (ITUB4) 3
Cemig (CMIG4) 2
AES Tietê (TIET11) 2
Vale (VALE3) 2
Petrobras Distribuidora (BRDT3) 2
Bradesco (BRDT3) 2
Hypera (HYPE3) 1
Engie Brasil (EGIE3) 1
Tenda (TEND3) 1
TIM (TIMP3) 1
EcoRodovias (ECOR3) 1
Transmissão Paulista (TRPL4) 1
Eletrobras (ELET6) 1
Eletrobras (ELET3) 1
BTG (BPAC11) 1
EDP Brasil (ENBR3) 1
Porto Seguro (PSSA3) 1
Gerdau (GGBR4) 1
Hering (HGTX3) 1
Tegma (TGMA3) 1
Santander (SANB11) 1
MRV (MRVE3) 1
Copel (CPLE6) 1
CPFL (CPFE3) 1
Copasa (CSMG3) 1
Sanepar 1
SulAmérica (SULA11) 1

Veja abaixo as carteiras de dividendos recomendadas pelas corretoras.

Ativa

Desempenho em junho: 5,21%
Desempenho no ano: -27,98%
Não houve alteração na carteira

Ação Peso, em %
Itaú Unibanco (ITUB4) 20
Hypera Pharma (HYPE3) 20
Engie Brasil (EGIE3) 20
Telefônica Vivo (VIVT4) 20
BB Seguridade (BBSE3) 20

Ágora

Desempenho em junho: 8,3%
Desempenho no ano: -9,5%
Ação retirada: Sanepar (SAPR11)
Ação incluída: EcoRodovias (ECOR3)

Ação Peso, em %
Itaú Unibanco (ITUB4) 20
Taesa (TAEE11) 20
Tenda (TEND3) 20
TIM (TIMP3) 20
EcoRodovias (ECOR3) 20

Elite

Desempenho em junho: 5,45%
Desempenho no ano: -19,09%
Não houve mudança na carteira

Ação Peso, em %
BB Seguridade (BBSE3) 20
Itaúsa (ITSA4) 20
Transmissão Paulista (TRPL4) 20
Taesa (TAEE11) 20
Telefônica Vivo (VIVT4) 20

Guide Investimentos

Desempenho em junho: 7,93%
Desempenho no ano: -36,83%
Ação incluída: Sanepar (SAPR11) e SulAmérica (SULA11)
Ação retirada: BB Seguridade (BBSE3) e Itaúsa (ITSA4)

Ação Peso, em %
Cemig (CMIG4) 20
B3 (B3SA3) 20
Klabin (KLBN11) 20
SulAmérica (SULA11)  20
Sanepar (SAPR4) 20

Genial

Desempenho em maio: 4,34%
Desempenho no ano: -27,93%
Ação incluída: Eletrobras (ELET3), Eletrobras (BBDC4) e Itaúsa (ITSA4)
Ação retirada: Itaú Unibanco (ITUB4), Banco do Brasil (BBAS3) e Transmissão Paulista (TRL4)

Ação Peso, em %
Eletrobras (ELET3)
Taesa (TAEE11) 20
Bradesco (BBDC4) 20
BB Seguridade (BBSE3) 20
Itaúsa (ITSA4) 20

Modalmais

Desempenho em junho: 2,60%
Desempenho no ano: -17,40%
Não houve alteração na carteira

Ação Peso, em %
Itaúsa (ITSA4) 20
Banco do Brasil (BBASE3) 20
Taesa (TAEE11) 20
Petrobras Distribuidora (BRDT3) 20
Telefônica Vivo (VIVT4) 20

Mycap

Desempenho em junho: 7,03%
Desempenho no ano: -12,01%
Ação retirada: Taesa (TAEE11)
Ação retirada: EDP Energia (ENBR3)

Ação Peso, em %
Itaúsa (ITSA4) 20
Cemig (CMIG4) 20
B3 (B3SA3) 20
Taesa (TAEE11) 20
Telefônica Vivo (VIVT4) 20

Necton

Desempenho em junho: 2,79%
Desempenho no ano: -22,8%
Ação incluída: BTG (BPAC11)
Ação retirada: CPFL (CPFE3)

Ação Peso, em %
Bradesco (BBDC4) 20
BTG (BPAC11) 20
EDP Energia (ENBR3) 20
Porto Seguro (PSSA3) 20
Klabin (KLBN11) 20

Nova Futura

Desempenho em junho: 1,60%
Desempenho no ano: -16,81%
Não hove alteração na carteira

Ação Peso, em %
B3 (B3SA3) 20
Banco do Brasil (BBSE3) 20
Gerdau (GGBR4) 20
Telefônica (VIVT4) 20
Transmissão Paulista (TRLPL4 ) 20

Planner

Desempenho em junho: 12,27%
Desempenho no ano: -25,77%
Ação incluída: Hering (HGTX3) e Santander (SANB11
Ação retirada: Grendene (GRND3) e Tupy (TUPY3)

Ação Peso, em %
Klabin (KLBN11) 20
Bradesco (BBDC4) 20
Hering (HGTX3) 20
Tegma (TGMA3) 20
Santander (SANB11) 20

Quantitas

Desempenho em junho: 4,75%
Desempenho no ano: -22,58%
Não houve alterações na carteira

Ação Peso, em %
Banco do Brasil (BBAS3) 20
Eletrobras (ELET6) 20
Taesa (TAEE11) 20
Itaú Unibanco (ITUB4) 20
Vale (VALE3) 20

Rico

Desempenho em junho: 1,96%
Desempenho no ano: -26,3%
Ação incluída: MRV (MRVE3)
Ação excluída: Engie (EGIE3)

Ação Peso, em %
MRV (MRVE3) 20
Transmissão Paulista (TRPL4) 20
Copel (CPLE6) 20
Itaúsa (ITSA4) 20
Vale (VALE3) 20

Santander

Desempenho em junho: 1,59%
Desempenho no ano: -30,83%
Não houve alterações na carteira

Ação Peso, em %
BR Distribuidora (BRDT3) 20
Klabin (KLBN11) 20
CPFL Energia (CPFE3) 20
Itaúsa (ITSA4) 20
Telefônica Vivo (VIVT4) 20

Terra

Desempenho em maio: 9,77
Desempenho no ano: 6,88
Ação incluída: Banco do Brasil (BBAS3)
Ação retirada: Cosan (CSAN3)

Ação Peso, em %
AES Tietê (TIET11) 20
Copasa (CSMG3) 20
Banco do Brasil (BBAS3) 20
B3 (B3SA3) 20
Telefônica Vivo (VIVT4) 20

Toro

Desempenho em maio: 9,55%
Desempenho no ano: -6,53%
Não houve alteração na carteira

Ação Peso, em %
B3 (B3SA3) 20
Sanepar (SAPR11) 20
Itaúsa (ITSA4) 20
Transmissão Paulista (TRPL4) 20
Taesa (TAEE11) 20

XP Investimentos

Desempenho em maio: 4,90%
Desempenho no ano: -17%
Ação incluída: (CESP6)
Ação retirada: Banco do Brasil (BBAS3)

Ação Peso, em %
AES Tietê (TIET11) 20
Cesp (CESP6) 20
Transmissão Paulista (TRPL4) 20
Sanepar (SAPR11) 20
Taesa (TAEE11) 20