Acompanhe:

Telesp fará recompra de até 10% das ações ordinárias

Operadora planeja adquirir até 2,900 milhões de papéis; operação tem como prazo final o dia 20 de outubro

Modo escuro

Continua após a publicidade
Companhia também anunciou na semana passada a recompra de 2,700 milhões de ações preferenciais (Telefônica/Divulgação)

Companhia também anunciou na semana passada a recompra de 2,700 milhões de ações preferenciais (Telefônica/Divulgação)

M
Marcel Salim

Publicado em 15 de agosto de 2011 às, 15h33.

São Paulo – O conselho de administração da Telesp (TLPP3) aprovou nesta segunda-feira (15) a recompra de até 2,9 milhões de ações ordinárias, o que corresponde a 10% do total em circulação no mercado.

Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a companhia informa que os papéis adquiridos serão mantidos em tesouraria para posterior alienação ou cancelamento, sem redução do capital social. O objetivo da operação é incrementar o valor aos acionistas.

A recompra teve início nesta segunda-feira e ocorrerá até o dia 20 de outubro deste ano. A companhia ainda informou que o momento e a quantidade de ações a serem adquiridas serão definidos pela diretoria da empresa. A Bradesco Corretora será a instituição financeira que atuará como intermediária da operação.

A compra dos papéis será efetuada a preços de mercado no pregão da BM&FBovespa. A Telesp informa que atualmente possui 31,249 milhões de ações ordinárias no total sendo negociadas na bolsa brasileira.

A decisão de recomprar ações ordinárias ocorre após a companhia ter anunciado na última quinta-feira (11) que irá adquirir, também no dia 20 de outubro deste ano, até 2,7 milhões de ações preferenciais, equivalente a 10% do total em circulação no mercado.

Histórico

Em 8 de junho deste ano, as ações da Vivo e da Telesp, ambas da Telefônica, começaram a cotar de forma integrada nas bolsas de São Paulo e Nova York.

A integração dos papéis estava prevista no processo de reestruturação da Telefônica no Brasil depois de ter adquirido o controle da Vivo, em julho do ano passado.

Últimas Notícias

Ver mais
Casas Bahia alonga R$ 1,5 bi em dívidas e afasta temores de insolvência
Exame IN

Casas Bahia alonga R$ 1,5 bi em dívidas e afasta temores de insolvência

Há 14 horas

Como receber dividendos ainda em março? Bradesco (BBDC3, BBDC4) e Vale (VALE3) estão na lista
seloMercados

Como receber dividendos ainda em março? Bradesco (BBDC3, BBDC4) e Vale (VALE3) estão na lista

Há 15 horas

Ações da Cogna (COGN3) caem 13% em fevereiro; veja quais foram as maiores quedas do Ibovespa no mês
seloMercados

Ações da Cogna (COGN3) caem 13% em fevereiro; veja quais foram as maiores quedas do Ibovespa no mês

Há 15 horas

Petz (PETZ3) dispara quase 30% em fevereiro no Ibovespa; saiba quais foram as maiores altas do mês
seloMercados

Petz (PETZ3) dispara quase 30% em fevereiro no Ibovespa; saiba quais foram as maiores altas do mês

Há 15 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais