Moody's rebaixa perspectiva de seguradoras do País

Revisão de estável para negativa foi aplicada às empresas Chubb, Swiss Re e Munich Re

	Sede da agência de classificação de risco Moody's
 (Scott Eells/Bloomberg/Bloomberg)
Sede da agência de classificação de risco Moody's (Scott Eells/Bloomberg/Bloomberg)
M
Mateus FagundesPublicado em 10/09/2014 às 09:58.

São Paulo - Após revisar a perspectiva do rating soberano do Brasil e de bancos do País, a agência de classificação de riscos Moody's mudou a perspectiva de seguradoras brasileiras de estável para negativa.

A revisão de estável para negativa foi aplicada às empresas Chubb do Brasil Companhia de Seguros, Swiss Re Corporate Solutions Brasil Seguros e Munich Re do Brasil Resseguradora. Os ratings foram mantidos em Baa1/Aaa.br, Baa2/Aaa.br e A3/Aaa.br, respectivamente.

A perspectiva do rating da ACE Seguradora continua negativa, enquanto o rating foi afirmado em Baa1 e Aaa.br.

"A alteração da perspectiva para negativa dos ratings das seguradoras e resseguradora reflete a mudança da perspectiva para negativa dos ratings do soberano e dos bancos e a relação estreita entre os perfis de crédito das seguradoras/resseguradoras e o soberano.

A alteração também considera o impacto negativo indireto de um contínuo baixo crescimento econômico brasileiro na rentabilidade e crescimento das seguradoras", informou a Moody's, por meio de um comunicado.

Mais cedo, a Moody's revisou a perspectiva do rating Baa2 do Brasil de estável para negativa.