Acompanhe:

Maioria de bolsas da Ásia sobe com Apple e China

Cingapura - A maior parte das principais bolsas asiáticas subiu nesta quarta-feira, animada pelo bom balanço da Apple e por um otimismo de que a China possa diminuir as medidas de aperto monetário no fim do ano. Os mercados também operaram na expectativa com o testemunho de Ben Bernanke, chairman do Federal Reserve, às 15h […]

Modo escuro

Continua após a publicidade
EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

K
Kevin Yao

Publicado em 21 de julho de 2010 às, 09h20.

Cingapura - A maior parte das principais bolsas asiáticas subiu nesta quarta-feira, animada pelo bom balanço da Apple e por um otimismo de que a China possa diminuir as medidas de aperto monetário no fim do ano.

Os mercados também operaram na expectativa com o testemunho de Ben Bernanke, chairman do Federal Reserve, às 15h (horário de Brasília), em busca de novas pistas sobre a saúde da maior economia do mundo.

O índice MSCI que acompanha as bolsas da região da Ásia Pacífico exceto Japão tinha alta de 0,75 por cento, para 398 pontos, puxado pelo setor de matérias-primas, que subiu 1,7 por cento na expectativa de que a forte demanda chinesa continue.

Em Seul, o mercado ganhou 0,69 por cento, para 1.748 pontos, impulsionado por fabricantes de chips como a Samsung Electronics, após os fortes resultados da Apple, que melhorou sua perspectiva.

"Os fortes números da Apple e os futuros do Nasdaq estimularam os investidores estrangeiros a comprarem ações de tecnologia em Seul", disse Kim Seong-bong, analista de mercado na Samsung Securities.

Nesta quarta-feira, os investidores aguardam os resultados do Morgan Stanley e Coca-Cola.

Em Hong Kong o índice Hang Seng fechou em alta de 1,1 por cento, para 20.487 pontos. XANGAI ganhou 0,26 por cento, para 2.535 pontos.

No geral, havia também otimismo de que autoridades chinesas possam afrouxar a política no segundo semestre para dar força à economia.

Em Sydney a bolsa australiana teve avanço de 0,21 por cento, aos 4.412 pontos.

Por outro lado, o índice Nikkei da bolsa de Tóquio fechou em queda de 0,23 por cento, para 9.278 pontos, pesando receios sobre a valorização do iene e dúvidas sobre a recuperação dos Estados Unidos.

Taiwan encerrou com leve baixa de 0,14 por cento, para 7.701 pontos. Cingapura perdeu 0,76 por cento, a 2.926 pontos.

Últimas Notícias

Ver mais
GP da China de F1 2024: veja horários e onde assistir ao vivo a corrida neste domingo
Esporte

GP da China de F1 2024: veja horários e onde assistir ao vivo a corrida neste domingo

Há 14 horas

TikTok dá mais um passo para fora dos Estados Unidos
Tecnologia

TikTok dá mais um passo para fora dos Estados Unidos

Há 16 horas

O que explica a queda da Nvidia na bolsa?
Inteligência Artificial

O que explica a queda da Nvidia na bolsa?

Há 19 horas

SouthRock aceita proposta indicativa e Zamp fica mais perto de comprar Starbucks 
Exame IN

SouthRock aceita proposta indicativa e Zamp fica mais perto de comprar Starbucks 

Há 21 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais