Mercados

Construtoras afundam na Bolsa desde janeiro

O índice IMOB, que é o indicador do desempenho médio das cotações do setor imobiliário, caminha no sentido oposto do Ibovespa

Índice IMOB: apenas duas ações que integram o índice acumulam ganhos (Talita Abrantes/EXAME.com/Site Exame)

Índice IMOB: apenas duas ações que integram o índice acumulam ganhos (Talita Abrantes/EXAME.com/Site Exame)

Karla Mamona

Karla Mamona

Publicado em 17 de maio de 2018 às 15h02.

Última atualização em 17 de maio de 2018 às 15h02.

São Paulo - O índice IMOB, que incorpora as empresas do setor imobiliário na B3, acumula perdas de 10% na Bolsa desde início do ano. O índice caminha no sentido oposto do Ibovespa, que desde janeiro, acumula valorização de 12%.

Das 14 companhias que integram o índice, apenas duas registram ganhos na Bolsa no acumulado do ano. A Cyrela tem leve ganhos 0,77% de janeiro a maio, enquanto a Direcional, acumula ganhos de 10%, no mesmo período de tempo.

Em contrapartida, A Helbor e a Tecnisa registram o pior desempenho na Bolsa em 2018, com queda acumulada de 30,6% e 30,10%, respectivamente. Confira lista abaixo:

EmpresaAçãoParticiapação no índice em %Desempenho da ação no ano
AliansceALSC35,55%-13,76%
BR MallsBRML319,68%-18,46%
BR PropertiesBRPR33,26%-26,49%
CyrelaCYRE310,85%+0,77%
DirecionalDIRR31,59%10,09%
EvenEVEN33,38%-19,34%
EztecEZTC33,82%-5,09%
GafisaGFSA31,92%-38,12%
HelborHBOR30,88%-30,61%
IguatemiIGTA39,86%-14,56%
MRVMRVE314,27%-2,44%
MultiplanMULT319,30%-14,03%
TecnisaTCSA30,88%-30,10%
TendaTEND34,76%+26,20%

Acompanhe tudo sobre:AliansceBR PropertiesbrMallsCyrelaEvenEztecGafisaHelborIguatemiMRVMultiplanTecnisaTenda

Mais de Mercados

Receita Federal autoriza a Temu a operar no Remessa Conforme e vender para o Brasil

Morre Ivan Boesky, condenado por escândalos de insider trading nos anos 1980

Vice-presidente do Fed diz que ainda há 'um caminho pela frente' na questão da inflação

Bolsas da Europa fecham em alta, com perspectivas para postura de BCs e commodities

Mais na Exame