Mercados

Brasil Pharma sobe quase 30% com possível venda bilionária

De acordo com a Reuters, a terceira maior empresa de varejo farmacêutico deve se livrar de ativos para reduzir as dívidas.

Brasil Pharma: valorização de mais de 150% no ano com especulação sobre vendas (Thinkstock)

Brasil Pharma: valorização de mais de 150% no ano com especulação sobre vendas (Thinkstock)

DR

Da Redação

Publicado em 8 de setembro de 2016 às 11h20.

São Paulo — Os papéis ordinários da Brasil Pharma subiram quase 30% na manhã desta quinta-feira (08), sendo cotados a 13,10 reais cada um, na máxima do dia. 

Um dos possíveis motivos para o ânimo dos investidores é a notícia de que a terceira maior rede de varejo farmacêutico deve se livrar, nos próximos dias, de alguns de seus ativos.

De acordo com a agência de notícias Reuters, os negócios devem render à Brasil Pharma cerca de 1,2 bilhão de reais, valor que ajudará na redução das dívidas da empresa. 

Segundo as fontes, a companhia venderá primeiro a Drogaria Rosário Distrital. O comprador será a Profarma Distribuidora de Produtos Farmacêuticos. Depois, será a vez da Drogarias Big Ben, que deve ser adquirida pela Ultrapar Participações. 

No ano, as ações da terceira maior rede de varejo farmacêutico acumulam ganhos de quase 170%, em meio às especulações do mercado sobre vendas. 

Acompanhe tudo sobre:Brasil PharmaEmpresasSetor de saúde

Mais de Mercados

Vale tem queda de 9% no primeiro tri e lucra R$ 1,68 bi

IBM lucra mais no 1º trimestre, mas receita decepciona

Ford amplia receita no primeiro trimestre; lucro cai para US$ 1,3 bilhão

Magazine Luiza (MGLU3) cai à mínima do ano em dia de AGO sobre grupamento de ações

Mais na Exame