As 13 ações de tecnologia que mais apanham em 2011

Em um ano marcado pela estreia meteórica do LinkedIn, grandes companhias como Apple, Intel e Microsoft têm caído forte na bolsa americana

Bolsa de Nova York (Spencer Platt/Getty Images)
Bolsa de Nova York (Spencer Platt/Getty Images)
DR

Da Redação

Publicado em 8 de setembro de 2011 às 17h57.

São Paulo – Em um ano marcado pela estreia do LinkedIn no mercado de ações, que encheu os olhos dos investidores com uma valorização de 130% em apenas um dia, e pela possibilidade do Facebook realizar uma Oferta Pública Inicial (IPO, na sigla em inglês), que pode avaliar a empresa em 100 bilhões de dólares, as ações da gigantes de tecnologia dos Estados Unidos conseguiram no acumulado de 2011 amargar perdas superiores aos principais índices de Wall Street.

Não apenas isto, o setor também registram o pior desempenho entre os demais setores. Isso tem acontecido apesar de muitos analistas com visão positiva acreditarem que as blue chips de tecnologia estão fortemente baratas, e recomendarem a compra dos papéis nos níveis atuais.

Um levantamento do banco Morgan Stanley, citado pelo Business Insider, mostrou quais são as grandes companhias de tecnologia (com capitalização de mercado superior a 20 bilhões de dólares) que viram suas ações tombar fortemente no acumulado deste ano.

O estudo ainda cita o preço sobre o lucro de 13 empresas analisadas para refletir o quanto os investidores estão pessimistas diante do setor.

Mais de Mercados

Dólar hesita com relato de fluxo comercial, mas retoma alta por exterior e fiscal

Dividendos da Petrobras, Vibra, balanços, IPCA-15 e PCE: os assuntos que movem o mercado

Pré-mercado: Tesla cai 3% e Li Auto desaba 8% após cortes de preços de elétricos

Mais na Exame