Mercados

3 gráficos que mostram o desespero do investidor esta semana

O Ibovespa acumulou perdas de 4,99% nesta semana e fechou em 51.992 pontos


	O Ibovespa acumulou perdas de 4,99% nesta semana
 (Getty Images)

O Ibovespa acumulou perdas de 4,99% nesta semana (Getty Images)

Karla Mamona

Karla Mamona

Publicado em 5 de dezembro de 2014 às 16h48.

São Paulo - O Ibovespa acumulou perdas de 4,99% nesta semana e fechou em 51.992 pontos. Entre os destaques negativos do período estão os papéis da Rossi, Cosan Logística e Marfrig.

As ações da Rossi registraram perdas de 20,83%. O economista-chefe da AZ FuturaInvest, Carlos Cardoso, afirma que os papéis ainda são impactados pelo agrupamento das ações.

A companhia agrupou 428.833.420 ações ordinárias, nominativas, escriturais, sem valor nominal na proporção de cinco para um. O agrupamento é válido desde 21 de novembro.

“A situação da empresa não é boa por causa do setor da construção que não está bem. Como a empresa agrupou as ações, ela perdeu liquidez”, explica.

Cosan Logística

As ações da Cosan Logística acumulam perdas de 16,14% na semana. A companhia saiu da primeira prévia do Ibovespa para 2015, que valerá de janeiro a abril do próximo ano. “Com isso, muitos fundos tiveram que se desfazer do papel”, acrescenta o economista.

Marfrig

As ações ordinárias da Marfrig acumulam perdas de 14,68% esta semana. Segundo Cardoso, a companhia é a que tem o pior desempenho na comparação com as demais empresas do setor. “Na comparação com a Minerva e com a JBS, a Marfrig é a mais alavancada.”

Acompanhe tudo sobre:Alimentos processadosCarnes e derivadosConstrução civilEmpresasEmpresas brasileirasIbovespaMarfrigMercado financeiroRossi

Mais de Mercados

Após balanço, Nvidia (NVDC34) já vale mais que Amazon (AMZO34) e Tesla (TSLA34) juntas

Bolsas da Europa fecham sem sinal único, com cautela por política monetária

Gol (GOLL4) e Azul (AZUL4) disparam mais de 10% após anúncio de parceria para voos no Brasil

Ibovespa opera em alta puxado por índices de NY

Mais na Exame