Rede do jogo Axie Infinity é atacada por hacker em roubo de quase R$ 3 bi

Ronin Network, rede criada para facilitar as transações dos tokens nativos do Axie Infinity sofre violação em sua bridge; hack se torna o maior da história das criptomoedas
Em nota, a Ronin Network explicou como o hacker conseguiu violar a Ronin Bridge, responsável por possibilitar que tokens nativos da rede Ethereum possam ser utilizados em seu blockchain (Axie Infinity/Divulgação)
Em nota, a Ronin Network explicou como o hacker conseguiu violar a Ronin Bridge, responsável por possibilitar que tokens nativos da rede Ethereum possam ser utilizados em seu blockchain (Axie Infinity/Divulgação)
L
Lucas Josa

Publicado em 29/03/2022 às 16:34.

Última atualização em 29/03/2022 às 19:31.

A Ronin Network, sidechain — rede alternativa — do blockchain Ethereum criada para facilitar as transações feitas com os tokens do jogo Axie Infinity, anunciou nesta terça-feira, 29, ter sido alvo de uma invasão cibernética que roubou aproximadamente US$ 625 milhões da plataforma, se tornando o maior ataque hacker da história dos criptoativos.

Em uma nota oficial, a Ronin Network explicou como o hacker conseguiu violar a Ronin Bridge, responsável por possibilitar que tokens nativos da rede Ethereum possam ser utilizados em seu blockchain. De acordo com a organização, para que qualquer depósito ou saque na Ronin seja efetuado, pelo menos cinco dos nove nós validadores da rede devem validar a transação. No caso, o hacker utilizou “chaves privadas hackeadas” de quatro nós para criar e validar saques falsos da ponte da Ronin em duas transações diferentes, que podem ser verificadas no Etherscan.

(Mynt/Divulgação)

Ainda de acordo com o comunicado da organização, o ataque que ocorreu no dia 23 de março, e além de violar a segurança de quatro nós validadores da Ronin, também violou o nó da Axie DAO, permitindo que 173,6 mil unidades de ether e US$ 25,5 milhões em USDC fossem roubados da ponte entre blockchains da Ronin.

O ataque que roubou US$ 625 milhões da Ronin ultrapassa o roubo da plataforma de DeFi Poly Network em agosto ano passado, que até então era considerado como o maior ataque hacker da história dos criptoativos. Entretanto, diferentemente do cenário vivenciado até então no caso da Ronin, parte dos valores roubados do protocolo da Poly Network foi devolvida.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok