• AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
  • AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
Abra sua conta no BTG

Google destaca bitcoin e NFT em retrospectiva das principais buscas do ano

Termos relacionados ao mercado de criptoativos como bitcion e NFTs tiveram destaque em retrospectiva interativa do Google que lista as principais buscas de 2021
Bitcoin e NFTs ganharam destaque em lista do Google sobre termos mais buscados em 2021 (Getty Images/SOPA Images/LightRocket)
Bitcoin e NFTs ganharam destaque em lista do Google sobre termos mais buscados em 2021 (Getty Images/SOPA Images/LightRocket)
Por Gabriel RubinsteinnPublicado em 11/12/2021 17:38 | Última atualização em 13/12/2021 10:09Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O crescimento do mercado cripto em 2021 não é medido apenas pelo preço das criptomoedas, suas capitalizações de mercado ou pelo número de empresas ligadas ao setor, mas também pelo interesse das pessoas por esse assunto. E dados do Google confirmam que este foi o ano das criptos - em especial, do bitcoin e dos NFTs.

Em uma retrospectiva sobre os assuntos mais buscados no ano, divulgado neste sábado, 11, pelo próprio Google, o principal buscador da internet mostra que, em fevereiro, o termo "como comprar bitcoin" superou as buscas por "como comprar ações".

O dado não chega a ser tão surpreendente, considerando que atualmente, no Brasil, já existem mais pessoas investindo em bitcoin do que em ações na bolsa de valores. Por outro lado, sugere que o interesse de pessoas que ainda não investem em criptomoedas como o bitcoin continua aumentando.

A retrospectiva do Google também mostra que os tokens não-fungíveis, mais conhecidos por sua sigla em inglês NFT, foi uma tendência global de pesquisa, e o termo mais pesquisado associado à palavra "criar". "Qual foi a principal tendência mundial da pesquisa 'criar' este ano?", pergunta o Google em um quiz da sua retrospectiva interativa. Ao escolher a opção NFT, a resposta: "Isso! Embora exista desde 2014, os tokens não-fungíveis (NFTs) viraram manchete este ano quando um tweet foi vendido por US$ 2,9 milhões".

Nas pesquisas sobre "quanto custa", que foi liderada por "quanto custa um cilindro de oxigênio", motivada pela crise de falta do ítem em hospitais no início do ano por causa da pandemia, a busca "quanto custa 1 bitcoin" foi a sétima mais realizada.

Apesar dos resultados relevantes sobre o mercado cripto, termos ligados ao setor não apareceram entre os 10 assuntos mais buscados do ano, que tiveram Marília Mendonça, Eurocopa, Palmeiras, Libertadores, Brasileirão, Corinthians, Copa do Brasil, MC Kevin, Copa América e Lázaro Barbosa nas 10 primeiras colocações.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok