Corretora cripto anuncia compra de fatia da Forbes por mais de R$ 1 bilhão

Binance anuncia investimento de US$ 200 milhões para se tornar sócia da publicação norte-americana; objetivo é construir compreensão e educar leitores sobre Web 3.0 e blockchain, diz CEO
A Binance é uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo (Getty Images/Bloomberg)
A Binance é uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo (Getty Images/Bloomberg)
Por Gabriel RubinsteinnPublicado em 10/02/2022 16:08 | Última atualização em 10/02/2022 16:08Tempo de Leitura: 3 min de leitura

A corretora de criptoativos Binance anunciou nesta quinta-feira, 10, o investimento de 200 milhões de dólares (1,04 bilhão de reais) na compra de uma participação societária da Forbes, uma das mais conhecidas publicações de negócios e economia dos EUA.

“À medida que as tecnologias Web 3.0 e blockchain avançam e o mercado de criptomoedas atinge a maturidade, sabemos que a mídia é um elemento essencial para construir uma ampla compreensão e educação dos usuários. Estamos ansiosos para reforçar as iniciativas digitais da Forbes, à medida que evoluem para uma plataforma de insights sobre investimentos”, disse Changpeng Zhao, fundador e CEO da Binance, em comunicado.

“A Forbes está comprometida em desmistificar as complexidades e fornecer informações úteis sobre tecnologia blockchain e toda a classe de ativos digitais emergentes”, complementou Mike Federle, CEO da Forbes. “Com o investimento da Binance na Forbes, agora temos a experiência, a rede e os recursos da mais bem sucedida e maior exchange de criptomoedas do mundo e uma das inovadoras da indústria blockchain. A Forbes, que já é um recurso para pessoas interessadas no mundo emergente dos ativos digitais, pode se tornar um verdadeiro líder setorial com a ajuda da Binance”.

O investimento da Binance será por meio da assinatura de contratos de subscrição representando 200 milhões de um total de 400 milhões de dólares (2,08 bilhões de reais) em investimento privado em capital público (“PIPE”, na sigla em inglês) que a Forbes recebe no processo de abertura do seu capital, que já tinha sido divulgado desde que a empresa e a Magnum Opus Acquisition anunciaram uma combinação de negócios para o primeiro trimestre de 2022.

O montante foi anunciado quando a Forbes tornou pública sua intenção de ir a mercado e realizar sua abertura de capital, por meio da combinação de negócios com a Magnum Opus. Com a Binance assumindo os compromissos existentes do PIPE, o montante de capital público permanecerá em 400 milhões de dólares, e o investimento da Binance será efetuado substancialmente, seguindo os mesmos termos firmados com os investidores do PIPE.

O acordo, que deverá ser finalizado em março, chama atenção não apenas pela representatividade da Forbes e pelos valores envolvidos, mas também porque a Binance processou a publicação e dois de seus jornalistas por difamação em 2020, quando a Forbes publicou uma matéria sobre a estrutura corporativa da corretora cripto. Em fevereiro de 2021, a Binance acabou desistindo de levar o processo adiante.

Apesar de levantar questionamentos sobre a capacidade da publicação de manter a sua imparcialidade diante de uma parceria tão signitifcativa, porta-vozes da empresa garantem que o acordo prevê a manutenção da independência do veículo de comunicação: "Posso garantir que a independência editorial da Forbes continuará sendo algo sagrado, e totalmente independente da Binance", afirmou um representante da corretora cripto à Reuters.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok