Future of Money

Concurso da Red Bull vai transformar desenhos de artistas em NFTs

Competição reúne trabalhos enviados por jovens universitários de mais de 50 países, incluindo o Brasil

NFTs criados em competição da Red Bull ficarão no blockchain Polygon (GettyImages/Reprodução)

NFTs criados em competição da Red Bull ficarão no blockchain Polygon (GettyImages/Reprodução)

João Pedro Malar
João Pedro Malar

Repórter do Future of Money

Publicado em 12 de março de 2023 às 09h00.

Já estão abertas as inscrições para a edição 2023 do Red Bull Doodle Art, uma competição voltada para artistas de mais de 50 países, incluindo o Brasil. O torneio, dividido em etapas seletivas nacionais e uma final internacional, vai premiar o melhor "rabisco", ou doodle.

Esse tipo de desenho lembra um rascunho, feito em preto e branco e com caneta, caneta digital ou lápis. Segundo as regras do torneio, os rabiscos precisarão ser feitos em um papel oficial da competição, que pode ser baixado no site do torneio ou então obtido em eventos presenciais.

De acordo com a Red Bull, a competição é aberta para qualquer pessoa com mais de 18 anos, mas todos os desenhos submetidos precisam ser individuais. O julgamento das submissões leva em conta "criatividade, habilidade artística e a forma como o doodle conta a sua história".

Uma das novidades na edição deste ano é uma inserção maior da marca de energéticos com o mundo da Web3, a nova geração da internet. Dessa vez, todos os vencedores das etapas nacionais terão seus desenhos transformados em tokens não-fungíveis (NFTs, na sigla em inglês).

Os tokens serão criados na rede blockchain Polygon e podem ser obtidos pelos artistas de forma gratuita, desde que eles tenham uma carteira digital para conectar à rede. Além disso, o ganhador da etapa no Brasil também poderá ter seu trabalho exibido em galerias de artes

A Red Bull classifica os doodles como "desenhos simples, feitos de modo livre, abstratos ou não, com grande representatividade do autor. Expressões faciais, objetos domésticos, transportes ou o que vier à mente: tudo pode se tornar um doodle". Por isso, não há uma restrição de tema para os desenhos.

Todos os vencedores das etapas nacionais ganharão uma viagem para Amsterdã, na Holanda, onde a final mundial ocorrerá. Eles também contarão com a mentoria de um artista para ajudar a melhorar seu "rabisco" antes da exibição na etapa internacional, quando ocorrerá a avaliação de juízes.

A primeira edição do Red Bull Doodle Art ocorreu em 2012, e desde então tem a competição tem buscado permanecer fiel ao "conceito de caneta sobre papel", mas também evoluir "para incluir galerias virtuais e novas tecnologias".

Em 2017, a última edição do torneio, os vencedores das etapas seletivas levaram seus doodles para um mundo em realidade virtual. Agora, poderão converter seus desenhos em NFTs pela primeira vez. Confira aqui como realizar a inscrição na etapa brasileira e os doodles que já foram enviados.

Aproveite todas as possibilidades do mundo crypto. A Mynt ajuda você a explorar o melhor do mercado com segurança e diversidade de criptomoedas. Clique aqui para abrir sua conta.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | TikTok

Acompanhe tudo sobre:Red BullNFTsArte

Mais de Future of Money

Blockchain Poldkadot anuncia parceria com UTFPR para reforçar aposta no Brasil

Donald Trump lançou criptomoeda própria? Rumor faz ativo disparar mais de 100%

Inteligência artificial, blockchain e mais: qual será a tecnologia dos empregos do futuro?

CEO da Binance diz que bitcoin vai valer US$ 80 mil até o fim de 2024

Mais na Exame