Acompanhe:

A corretora de criptomoedas Binance lançou recentemente uma nova ferramenta que permite acompanhar a contagem regressiva para um dos eventos mais importantes do mercado: o novo halving do bitcoin. E, ao falar sobre o tema, o CEO da maior exchange do mundo destacou que o evento tem potencial para levar o ativo a uma nova máxima de preço.

Em uma publicação no blog da empresa, Changpeng Zhao destacou que não pode "prever o futuro", mas compartilhou com os leitores as lições que aprendeu a partir das suas experiências com os outros três halvings anteriores que já ocorreram. "Não estou dizendo que há causalidade comprovada. E a história não prevê o futuro", alertou.

Na visão do CEO da Binance, um elemento comum nas três ocasiões foi que, "poucos meses antes do halving", o mercado tende a ser dominado por "cada vez mais conversas, notícias, ansiedade, expectativas, exageros, esperança". Já em relação ao dia seguinte ao halving, ele alertou que "o preço do bitcoin não vai dobrar da noite para o dia".

Nesses casos, "as pessoas vão perguntar por que isso não aconteceu [o preço não dobrou]". Já "no ano seguinte" ao halving, "o preço do bitcoin atinge várias máximas históricas. E as pessoas perguntam por quê. As pessoas têm memória curta", concluiu Zhao.

Halving do bitcoin

Na página com a contagem regressiva para o halving, a corretora de criptomoedas explica que "o halving é uma função essencial do protocolo do bitcoin. O código pode ser encontrado no Bitcoin Core Github. Conforme documentado no código, o subsídio do bloco será reduzido pela metade a cada 210.000 blocos gerados".

Na prática, isso significa que o evento representa uma redução pela metade da quantidade da criptomoeda que é gerada no processo de mineração, parte do mecanismo do blockchain da criptomoeda para validar e armazenar os registros de operações que ocorrem na sua rede. Os bitcoins gerados são usados como recompensa para os mineradores.

Pelos cálculos da Binance, o próximo halving estará previsto para daqui a 188 dias, em linha com outras projeções já divulgadas no mercado. Com isso, a expectativa é que o evento ocorra em abril de 2024. Segundo a empresa, foi adotado um método de contagem "mais preciso", levando em conta o tempo médio atual para criação de blocos na rede.

"Estamos usando estatísticas de blockchain ao vivo e obtendo uma estimativa do tempo médio de bloqueio atual e, em seguida, conduzindo nosso cálculo com base nisso. Nosso cronômetro pode flutuar, no entanto, acreditamos que seja o relógio de redução de bloco pela metade mais preciso", explica a corretora.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
B3 vai lançar corretora de criptomoedas para investidores institucionais
Future of Money

B3 vai lançar corretora de criptomoedas para investidores institucionais

Há 17 horas

Adidas anuncia lançamento de nova coleção de NFTs e parceria com empresa cripto
Future of Money

Adidas anuncia lançamento de nova coleção de NFTs e parceria com empresa cripto

Há 18 horas

Usuário desconhecido movimenta bitcoins parados há 14 anos e tem lucro de R$ 15 milhões
Future of Money

Usuário desconhecido movimenta bitcoins parados há 14 anos e tem lucro de R$ 15 milhões

Há 20 horas

Bitcoin e principais criptos sobem após “turbulência” com conflitos geopolíticos em Israel
Future of Money

Bitcoin e principais criptos sobem após “turbulência” com conflitos geopolíticos em Israel

Há 21 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais