Esporte

Brasil será sede da Copa do Mundo Feminina de 2027

Brasil será a primeira sede da competição feminina no Hemisfério Sul

Brasil: país é escolhido para ser sede de Copa do Mundo Feminina de Futebol 2027 (Jean Catuffe/Getty Images)

Brasil: país é escolhido para ser sede de Copa do Mundo Feminina de Futebol 2027 (Jean Catuffe/Getty Images)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 17 de maio de 2024 às 06h45.

O Brasil foi escolhido como sede da Copa do Mundo Feminina de 2027, marcando um momento histórico para o futebol feminino no país. O anúncio foi feito pela FIFA durante seu congresso anual, realizado em Bangkok, na Tailândia, na madrugada desta sexta-feira, 17. A candidatura do Brasil teve 119 votos contra 79 votos da candidatura conjunta europeia formada pela tríade Alemanha, Holanda e Bélgica.

Na recente avaliação dos dirigentes da FIFA, o Brasil havia recebido nota 4 (em uma escala até 5) contra 3,7 da proposta europeia. A campanha brasileira destacou a rica tradição futebolística do país e a infraestrutura já existente, que foi amplamente utilizada durante a Copa do Mundo Masculina de 2014 e as Olimpíadas de 2016. Estádios, hospedagens e locais oferecidos pela Fan Fest, além do apoio do governo federal, foram considerados como essenciais pela entidade máxima do futebol para escolher o Brasil.

“Parabéns ao Brasil. Vamos agora organizar a melhor Copa do Mundo da história no Brasil”, afirmou o presidente da FIFA, Gianni Infantino, ao anunciar a candidatura vencedora.

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Ednaldo Rodrigues, subiu ao palco e afirmou que estava confiante na escolha brasileira para o mundial. “Desde que o Brasil se candidatou, este foi um trabalho muito competente e que não foi do presidente. Nós confiamos plenamente nas mulheres que desenvolveram esse trabalho”, disse o dirigente.

Estádios escolhidos

O Brasil utilizará dez estádios para o torneio, distribuídos em dez cidades-sede, incluindo São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte. A escolha dessas cidades reflete a capacidade do país em sediar grandes eventos esportivos e garantir a infraestrutura necessária para receber times e torcedores de todo o mundo. Os 10 locais para os jogos confirmados são:

  1. Maracanã (Rio de Janeiro)
  2. Arena Corinthians (São Paulo)
  3. Mineirão (Belo Horizonte)
  4. Mané Garrincha (Brasília)
  5. Arena Fonte Nova (Salvador)
  6. Arena da Amazônia (Manaus)
  7. Arena Castelão (Fortaleza)
  8. Arena Pernambuco (Recife)
  9. Arena Pantanal (Cuiabá)
  10. Estádio Beira-Rio (Porto Alegre)

“Uma escolha natural”

O lema da candidatura brasileira, "uma escolha natural”, enfatiza o compromisso do país com a sustentabilidade e a inclusão, além de ressaltar a paixão do povo brasileiro pelo futebol.

A realização da Copa do Mundo Feminina de 2027 no Brasil é vista como uma oportunidade única para impulsionar o futebol feminino no país, proporcionando visibilidade e investimentos em categorias de base e competições locais. O evento também deve gerar um impacto positivo na economia local, com expectativas de aumento no turismo e criação de empregos temporários.

Esta será a décima edição da Copa do Mundo Feminina de Futebol. O Brasil, por ser a sede, está automaticamente classificado. Na última edição, na Austrália e Nova Zelândia, em 2023, a Espanha foi campeã.

Acompanhe tudo sobre:EsportesFifaCopa do Mundo Feminina

Mais de Esporte

PSG está interessado na contratação de Vini Jr no lugar de Mbappé, diz rádio francesa

Jogos de hoje, quarta-feira, 12 de junho, onde assistir ao vivo e horários

Estados Unidos x Brasil: onde assistir, horário e escalações pelo Amistoso Internacional

Brasil pode jogar em Porto Alegre pelas eliminatórias da Copa do Mundo; entenda

Mais na Exame