Um conteúdo Esfera Brasil

Números indicam retomada do setor de construção

Sondagem da Confederação Nacional da Indústria mostra que agosto foi o terceiro mês de uma sequência crescente de avanços
O índice de evolução do nível de atividade da construção em geral foi bom, alcançou 55 pontos em agosto, maior patamar alcançado desde agosto de 2010 (Marcelo Theobald/Agência O Globo)
O índice de evolução do nível de atividade da construção em geral foi bom, alcançou 55 pontos em agosto, maior patamar alcançado desde agosto de 2010 (Marcelo Theobald/Agência O Globo)
E
Esfera BrasilPublicado em 13/10/2022 às 09:00.

Os números mais recentes do setor de construção indicam que as atividades do ramo estão em retomada. Sondagem da Confederação Nacional da Indústria (CNI) mostra que agosto foi o terceiro mês de uma sequência crescente de avanços. O índice de evolução do número de empregados teve destaque, passou de 51,9 pontos em julho para 53,1 pontos em agosto.

De acordo com o gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo, é a mais forte e disseminada expansão no indicador de emprego da construção desde que o índice passou a ser mensal, em janeiro de 2011. “A expansão foi registrada em todos os setores da construção, em especial no setor construção de edifícios, que puxou o resultado geral da construção para cima”, explica Marcelo.

O índice de evolução do nível de atividade da construção em geral foi bom, alcançou 55 pontos em agosto, maior patamar alcançado desde agosto de 2010 (55,5). É o terceiro melhor da série iniciada em 2010. Acima da linha divisória de 50 pontos, o resultado já sinaliza expansão de atividade em relação ao mês anterior.

As previsões da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) para o segundo semestre também são positivas. Enquanto a expectativa da Pesquisa Focus sinaliza alta de 2,65% para o PIB Brasil, a CBIC projeta expansão de 3,5% para o setor em 2022.