Economia

Rodrigo Maia é o novo presidente da Confederação Nacional das Instituições Financeiras

Ex-deputado assume o cargo na quinta-feira, e vai representar a entidade nas principais discussões sobre a agenda econômica do país

Rodrigo Maia: “Estamos vivendo uma revolução sem precedentes no setor, em todos os segmentos. O ecossistema financeiro é uma grande alavanca para o desenvolvimento (Pedro Valadares/Agência Câmara)

Rodrigo Maia: “Estamos vivendo uma revolução sem precedentes no setor, em todos os segmentos. O ecossistema financeiro é uma grande alavanca para o desenvolvimento (Pedro Valadares/Agência Câmara)

AO

Agência O Globo

Publicado em 1 de fevereiro de 2023 às 08h17.

O ex-deputado Rodrigo Maia assume na quinta-feira a presidência da Confederação Nacional das Instituições Financeiras (CNF), entidade que reúne os principais atores da indústria financeira do país. Pelos próximos três anos, ele promete focar sua gestão no futuro do setor, além de representar a entidade nas principais discussões sobre a agenda econômica do país.

“Estamos vivendo uma revolução sem precedentes no setor, em todos os segmentos. O ecossistema financeiro é uma grande alavanca para o desenvolvimento. Precisamos dialogar com os Poderes e a sociedade”, diz Maia, que deixou a Câmara após seis mandatos consecutivos.

Rodrigo Felinto Ibarra Epitácio Maia nasceu em Santiago do Chile, em 12 de junho de 1970 (ele tem 52 anos), durante o exílio de seu pai, o ex-prefeito do Rio Cesar Maia. Ele foi eleito para seu primeiro mandato de deputado federal aos 28 anos, em 1998.

Presidiu a Câmara dos Deputados entre julho de 2016 e fevereiro de 2021, cargo para o qual foi eleito em uma votação especial, substituindo Eduardo Cunha, que renunciou ao mandato, e para o qual foi reeleito em 2019.

No período em que comandou a Câmara, o Congresso aprovou reformas econômicas importantes como a trabalhista, em 2017, ainda na governo de Michel Temer e a da Previdência, em 2019, no primeiro ano do governo de Jair Bolsonaro.

Depois que deixou a presidência da Câmara, Maia se licenciou do mandato e assumiu a Secretaria de Projetos e Ações Estratégicas do Governo de São Paulo entre agosto de 2021 e outubro de 2022, durante a gestão de João Doria (PSDB). Pediu demissão após o governador Rodrigo Garcia declarar apoio a Jair Bolsonaro (PL) no segundo turno das eleições.

Maia não concorreu a cargo eletivo nas eleições de 2022 . Em seu último discurso como parlamentar, no dia 20 de dezembro, afirmou que voltaria a atuar na iniciativa privada.

A CNF foi criada em 1985. As nove entidades filiadas são Febraban (Federação Brasileira de Bancos), B3, Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), ABBC (Associação Brasileira de Bancos), Abecip (Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança), ABBI (Associação Brasileira de Bancos Internacionais), Abel (Associação Brasileira de Empresas de Leasing), Ancord (Associação Nacional das Corretoras de Valores) e Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartão de Crédito e Serviços).

Quer receber os fatos mais relevantes do Brasil e do mundo direto no seu e-mail toda manhã? Clique aqui e cadastre-se na newsletter gratuita EXAME Desperta.

Acompanhe tudo sobre:economia-brasileiraGoverno LulaRodrigo Maia

Mais de Economia

Invasores tentaram movimentar R$ 9 milhões do Ministério da Gestão na última sexta

Votação de projeto que libera R$ 15,7 bi no Orçamento deve destravar sessão de vetos do Congresso

Perse: Câmara aprova projeto com 30 atividades e impacto de R$ 15 bi; texto vai ao Senado

Haddad consegue diminuir impacto do Perse e projeto deve ter menos de 30 setores

Mais na Exame