Economia

PCE: índice de inflação nos EUA fica estável e fecha abril em 2,7%

Indicador de preços de consumo pessoal é usado pelo Fed para definir taxa de juros do país

Cliente faz compras em supermercado (AFP)

Cliente faz compras em supermercado (AFP)

Rafael Balago
Rafael Balago

Repórter de macroeconomia

Publicado em 31 de maio de 2024 às 09h39.

O PCE (índice de preço de consumo pessoal), um dos principais indicadores de inflação dos Estados Unidos, ficou em 2,7% em abril, em relação ao mesmo mês de 2023, informou o BEA (Departamento de Análises Econômicas) do país nesta sexta, 31.

Em março, a taxa de inflação para 12 meses também havia sido de 2,7%. O indicador vem oscilando nesta faixa desde novembro, com pequenas variações.

Em abril, a inflação mensal subiu 0,3% no índice completo do PCE. No indicador que exclui gastos com comida e energia, que são mais voláteis, houve alta de 0,2%. Os valores são similares aos de março.

O mercado fica de olho nestes índices por serem os principais termômetros do Federal Reserve (Fed, banco central americano) para medir a inflação do  — que, enquanto não atingir a meta de 2%, sustentará a taxa de juro em patamares elevados.

 

Acompanhe tudo sobre:Estados Unidos (EUA)Inflação

Mais de Economia

Governo avalia propostas para compensar desoneração da folha neste ano

Lula reclama de decisão do Banco Central sobre taxa de juros: ‘Uma pena que manteve’

Plano Real, 30 anos: Carolina Barros, do BC, e a jornada do Real ao Pix

Plano Real, 30 anos: dinheiro ainda é base de transações, mas 41% dos brasileiros preferem Pix

Mais na Exame