Acompanhe:

Mercado prevê retração de 3,49% na economia brasileira em 2016

Os analistas pioraram suas perspectivas para o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro de 2016 em relação à projeção da semana passada

Modo escuro

Continua após a publicidade
Real: no entanto, está prevista para 2017 uma lenta recuperação (foto/Getty Images)

Real: no entanto, está prevista para 2017 uma lenta recuperação (foto/Getty Images)

E
EFE

Publicado em 28 de novembro de 2016 às, 11h56.

São Paulo - A economia brasileira sofrerá este ano uma retração de 3,49%, abaixo da queda de 2015 (-3,8%), e crescerá menos de 1% em 2017, segundo pesquisa divulgada nesta segunda-feira pelo Banco Central.

Os analistas pioraram suas perspectivas para o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro de 2016 em relação à projeção da semana passada, quando estabeleceram que a economia teria uma redução de 3,4%.

A tendência do mercado à medida que se aproxima o final do ano levou a uma piora nos números, pois há quatro semanas a previsão de crescimento era de -3,3%.

No entanto, está prevista para 2017 uma lenta recuperação com um aumento de 0,98% do PIB, uma leve queda em relação à projeção divulgada no relatório anterior (1%).

Quanto à inflação, os economistas melhoraram sua projeção para este ano e manteviveram estável a de 2017.

A estimativa do mercado para 2016 é de uma alta de preços de 6,72%, quase um décimo abaixo dos 6,8% projetados na pesquisa divulgada na semana passada.

Apesar da melhora, o número ainda está acima da meta de 4,5% estipulada pelo Banco Central para 2016, com uma margem de tolerância de dois pontos percentuais, o que estabelece o limite máximo de 6,5% ao ano.

Para 2017, os economistas mantiveram a mesma perspectiva de inflação, com um aumento de 4,93%, enquanto a previsão de quatro semanas atrás era de 5%.

O Brasil registrou em 2015 uma inflação de 10,67%, a maior nos últimos 13 anos.

Últimas Notícias

Ver mais
'Estamos trazendo a inflação para a meta com grande sucesso', diz Campos Neto
Economia

'Estamos trazendo a inflação para a meta com grande sucesso', diz Campos Neto

Há 17 horas

PIB dos EUA cresce 3,4% no 4º trimestre de 2023, após revisão para cima
Economia

PIB dos EUA cresce 3,4% no 4º trimestre de 2023, após revisão para cima

Há 23 horas

Haddad celebra dados do Caged e espera que o BC não se assuste com número de empregos
Economia

Haddad celebra dados do Caged e espera que o BC não se assuste com número de empregos

Há um dia

Revisão do crescimento do PIB pode acontecer no primeiro semestre, avalia Haddad
Economia

Revisão do crescimento do PIB pode acontecer no primeiro semestre, avalia Haddad

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais