Economia

Meirelles: SP apresentará texto caso Estados não entrarem na reforma

O secretário de Fazenda e Planejamento de São Paulo afirmou que a participação dos Estados na reforma federal iria beneficiar sua aprovação

Meirelles defende que os Estados fiquem no texto da reforma federal (Sérgio Dutti/Divulgação)

Meirelles defende que os Estados fiquem no texto da reforma federal (Sérgio Dutti/Divulgação)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 22 de maio de 2019 às 17h04.

O secretário de Fazenda e Planejamento de São Paulo, Henrique Meirelles, afirmou nesta quarta-feira, 22, que, caso os Estados sejam mesmo retirados da reforma da Previdência, o governo paulista enviará um texto próprio à Assembleia Legislativa. Ele deixou claro, no entanto, que o cenário ideal é que os governos regionais fiquem no texto federal. 

"Não há dúvida de que a melhor solução é a entrada dos Estados na reforma, acreditamos inclusive que isso beneficiaria a aprovação da própria reforma federal. Porque isso poderia levar governadores de Estados bastante importantes que têm interesse na reforma estadual a se engajar de maneira mais próxima na reforma", disse ele. 

Mais cedo, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que os Estados poderiam ficar de fora do texto. 

A opinião de que os Estados devem permanecer no texto federal é compartilhada pelo ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga. "Quem sou eu para ter uma opinião sobre a viabilidade de uma reforma diante da opinião do presidente da Câmara. Mas me parece que uma reforma da Previdência é do interesse da maioria dos Estados", comentou.

Acompanhe tudo sobre:Drogaria São PauloHenrique MeirellesReforma da Previdência

Mais de Economia

Isenções e 'imposto do pecado': entenda nova versão do projeto que regulamenta Reforma Tributária

Amazon consegue liminar para manter venda de celular irregular. Anatel diz que vai recorrer

Salário mínimo 2025: quanto será? Veja previsão

Reforma tributária: compra de imóveis e serviços de construção terão redução de 40% na alíquota

Mais na Exame