Economia

Indústria de cartões de crédito tem lucro de até 98%

De acordo com o BC, os dez maiores emissores do setor elevaram sua fatia de lucro de 94% para 98% entre 2009 e o ano passado

E o aumento da lucratividade das empresas veio principalmente da queda de 7% na inadimplência dos usuários (Getty Images)

E o aumento da lucratividade das empresas veio principalmente da queda de 7% na inadimplência dos usuários (Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 27 de dezembro de 2011 às 16h58.

Brasília - O estudo sobre a indústria de cartões de crédito e débito divulgado hoje pelo Banco Central (BC) mostra que as empresas do setor aumentaram seus lucros em 45% em 2010. De acordo com a autoridade monetária, os dez maiores emissores do setor elevaram sua fatia de lucro de 94% para 98% entre 2009 e o ano passado.

E o aumento da lucratividade das empresas veio principalmente da queda de 7% na inadimplência dos usuários. Já os gastos dos emissores com programas de recompensa - como milhagens - foi apenas de 0,2% do montante de seus lucros, mas 20% do volume das receitas vindas das tarifas de anuidade. "Deve-se lembrar que, na crise financeira mundial, foram os emissores os mais afetados, posto que a eles coube arcar com os custos de inadimplência dos portadores de cartões de crédito", acrescenta o documento do BC.

Acompanhe tudo sobre:Banco CentralCartões de créditocartoes-de-debitoLucroMercado financeirosetor-de-cartoes

Mais de Economia

Brasil exporta 31 mil toneladas de biscoitos no 1º semestre de 2024

Corte anunciado por Haddad é suficiente para cumprir meta fiscal? Economistas avaliam

Qual é a diferença entre bloqueio e contingenciamento de recursos do Orçamento? Entenda

Haddad anuncia corte de R$ 15 bilhões no Orçamento de 2024 para cumprir arcabouço e meta fiscal

Mais na Exame