Índice de vendas no varejo da Cielo sobe 4,7% em fevereiro

De acordo com a empresa, destaque positivo foi a aceleração no setor de vestuário

São Paulo — As vendas no varejo brasileiro cresceram 4,7 por cento em fevereiro ante igual mês de 2018, descontada a inflação, de acordo com o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA), que acompanha 1,4 milhão de pontos de vendas ativos credenciados à empresa de meios de pagamentos no país.

Em termos nominais, que refletem a receita de vendas de fato observada pelo varejista, o ICVA registrou alta de 8 por cento na comparação com o ano anterior.

De acordo com a Cielo, o resultado do mês foi impactado positivamente pelo calendário. O Carnaval, período em que as receitas de vendas são tradicionalmente menores, caiu em março, enquanto que em 2018 a data foi comemorada em fevereiro.

"Mesmo descontando o benefício do calendário, o resultado do ICVA em fevereiro reforça a trajetória de recuperação no varejo", disse Gabriel Mariotto, diretor de Inteligência da Cielo. "Um destaque positivo foi a aceleração no setor de vestuário", acrescentou.

Em janeiro, o ICVA subiu 3,5 por cento na base anual, descontada a inflação. O crescimento nominal foi de 6,8 por cento.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.