IGP-10 sobe 1,18% em agosto e acumula alta de 32,84% em 12 meses

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60% do índice geral, subiu no período 1,29%
O IGP-10 calcula os preços ao produtor, consumidor e na construção civil (Paulo Whitaker/Reuters)
O IGP-10 calcula os preços ao produtor, consumidor e na construção civil (Paulo Whitaker/Reuters)
I
Isabela Rovaroto

Publicado em 17/08/2021 às 08:14.

Última atualização em 17/08/2021 às 09:44.

O Índice Geral de Preços-10 (IGP-10) acelerou a alta a 1,18% em agosto depois de subir 0,18% em julho, segundo os dados informados nesta terça-feira pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

  • Vá além do básico e fique por dentro das principais análises econômicas. Assine a EXAME

O dado deste mês ficou levemente acima da expectativa em pesquisa da Reuters de avanço de 1,10%.

Com esse resultado, o índice acumula alta de 16,88% no ano e de 32,84% em 12 meses. Em agosto de 2020, o índice subira 2,53% no mês e acumulava elevação de 11,84% em 12 meses.

“Os efeitos da seca e das geadas estão mais evidentes no resultado do índice ao produtor. Entre os bens finais, os preços dos alimentos in natura avançaram 5,12%. Já entre as matérias-primas, os destaques foram as culturas mais afetadas pelo clima como milho (10,03%) e café (13,76%). Afora os preços dos alimentos, os combustíveis e lubrificantes para a produção subiram 3,72% e também contribuíram para a aceleração da inflação ao produtor”, afirma André Braz, Coordenador dos Índices de Preços.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60% do índice geral, subiu no período 1,29%, ante uma queda de 0,07% em julho.

Entre os componentes do IPA, o destaque vai para o grupo Matérias-Primas Brutas, que passou a subir 0,55% em agosto, após queda de 1,78% vista no mês anterior.

Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC-10), que responde por 30% do índice geral, acelerou a alta a 0,88% no período, de 0,70% em julho. A inflação da Alimentação ganhou ritmo em agosto, com o grupo subindo 1,13%, após registrar alta de 0,45% no mês passado.

Em agosto houve alta de 0,79% do Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), após avanço de 1,37% no período anterior.

O podcast SuperAgro vai ao ar todas às quartas-feiras com os principais desafios e oportunidades do agronegócio, com apresentação de Carla Aranha, repórter de macroeconomia da EXAME. Clique aqui para ver o canal no Spotify, ou ouça em sua plataforma de áudio preferida, e não deixe de acompanhar os próximos programas