Economia

Governo avalia usar saldo de Itaipu para isentar contas de luz de consumidores do Rio Grande do Sul

Ministro diz que a falta de energia chegou a afetar 1,6 milhão de gaúchos

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 11 de maio de 2024 às 09h16.

Tudo sobreEnchentes no RS
Saiba mais

O governo federal estuda mecanismos para reduzir as contas de luz neste mês para os consumidores do Rio Grande do Sul, disse nesta sexta-feira, 10, o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira. A ideia é buscar recursos para reduzir ou evitar a cobrança de energia nas regiões alagadas, afirmou ele.

Dentre as opções em análise, está o uso de parte do saldo positivo da Conta de Comercialização da Energia Elétrica da usina de Itaipu. Esse saldo foi de R$ 399,2 milhões em 2023, de acordo com dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

— O objetivo é direcionar isso a favor dos atingidos e para o próprio setor. Tanto na reconstruçao como na possibilidade de isenção por um período, nas regiões atingidas no Rio Grande do Sul — disse o ministro à Globo News.

O ministro disse que a falta de energia chegou a afetar 1,6 milhão de gaúchos.

Dados mais recentes da Aneel mostram que cerca de 326 mil consumidores estão com os serviços interrompidos no estado.

Acompanhe tudo sobre:Energia elétricaRio Grande do Sul

Mais de Economia

FMI diz que Argentina enfrenta "caminho difícil" para sair da crise e precisa proteger mais pobres

Coalizão com 27 frentes parlamentares pede a Pacheco devolução de MP que compensa desoneração

Líderes afirmam que taxação de compras de até US$ 50 retorna à Câmara semana que vem

Vale estuda elevar a 25% teor de biodiesel na mistura com o diesel para caminhões

Mais na Exame