Acompanhe:

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, voltou a criticar nesta terça-feira o crescimento do gasto tributário nos últimos anos. De acordo com ele, o gasto tributário triplicou nos últimos dez anos, o que, na sua avaliação, é disfuncional.

"O gasto tributário triplicou nos últimos dez anos e isso é disfuncional" disse Haddad ao participar do 10º Brazil Investment Forum, do Bradesco BBI, realizado nesta terça-feira em São Paulo.

E acrescentou: "O caminho é o limite de gastos, revisão de gastos tributários e uma reforma tributária neutra."

O ministro da Fazenda disse ainda que a resolução do déficit público, se for com base apenas em planilhas, se dá em 15 dias. Mas que resolver o déficit público dentro da realidade política e social se exige mais tempo.

"Na planilha, eu resolvo em 15 dias o déficit público, mas a realidade política e social exige mais tempo", afirmou.

Ele acrescentou que não faltou respaldo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para as decisões mais difíceis, como a reoneração dos combustíveis, por exemplo. "Agenda fiscal não depende só do Executivo", repetiu Haddad.

Crédito imobiliário

O ministro da Fazenda afirmou que a medida para o mercado secundário de títulos imobiliários está madura para ser lançada. Mais cedo, o ministro disse que ela deve sair ainda na semana que vem.

"Estamos criando um mecanismo de equalização", pontuou Haddad.

O ministro defendeu que, com um ambiente econômico mais positivo taxas de juro mais civilizadas e continuidade na desinflação, será possível, em um processo gradual, continuar a alavancar o crédito imobiliário no Brasil.

Haddad reiterou que o crédito imobiliário no Brasil é baixo e argumentou que é muito difícil um país sair da renda média para a alta sem passar por um processo forte na área da construção civil.

O ministro disse que a medida já foi discutida com o Banco Central, Caixa Econômica e Banco do Brasil.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Brasil vê com 'grave preocupação' ataque do Irã a Israel e pede que países evitem escalada
Brasil

Brasil vê com 'grave preocupação' ataque do Irã a Israel e pede que países evitem escalada

Há 11 horas

Governo aprova duas medidas para fortalecer o empreendedorismo
seloNegócios

Governo aprova duas medidas para fortalecer o empreendedorismo

Há um dia

'Só por teimosia, Padilha vai ficar muito tempo no ministério', diz Lula
Brasil

'Só por teimosia, Padilha vai ficar muito tempo no ministério', diz Lula

Há um dia

Indústria deve estar atenta para que Reforma Tributária não seja desvirtuada, diz Haddad
Economia

Indústria deve estar atenta para que Reforma Tributária não seja desvirtuada, diz Haddad

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais