Economia

Dilma e Obama concordam em melhorar comércio e viagens

Os presidentes querem tomar medidas para que cidadãos norte-americanos e brasileiros possam viajar entre os dois países sem vistos


	A presidente Dilma Rousseff e o presidente Barack Obama: as medidas também incluiriam a inscrição dos brasileiros no programa de aceleração de entrada nos EUA, o "global entry"
 (REUTERS/Kevin Lamarque)

A presidente Dilma Rousseff e o presidente Barack Obama: as medidas também incluiriam a inscrição dos brasileiros no programa de aceleração de entrada nos EUA, o "global entry" (REUTERS/Kevin Lamarque)

DR

Da Redação

Publicado em 30 de junho de 2015 às 13h55.

Washington - A presidente Dilma Rousseff e o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, concordaram nesta terça-feira em tomar uma série de medidas para facilitar o trânsito de pessoas e produtos entre os dois países.

Os presidentes também saudaram a "iminente abertura de comercialização de carne fresca" entre os dois países, de acordo com comunicado conjunto.

Os líderes também concordaram em tomar medidas para que cidadãos norte-americanos e brasileiros possam viajar entre os dois países sem vistos e para permitir aos brasileiros se inscrever no programa de aceleração de entrada nos EUA conhecido como "global entry" quando visitarem os EUA a partir de 2016.

Acompanhe tudo sobre:Dilma RousseffEstados Unidos (EUA)Países ricosPersonalidadesPolítica no BrasilPolíticosPolíticos brasileirosPT – Partido dos TrabalhadoresVisto EUA

Mais de Economia

Plano Real, 30 anos: Carolina Barros, do BC, e a jornada do Real ao Pix

Plano Real, 30 anos: dinheiro ainda é base de transações, mas 41% dos brasileiros preferem Pix

STF tem maioria para alterar Reforma da Previdência: veja o que pode mudar para servidores públicos

Copom: em decisão unânime, BC mantém Selic em 10,5% e põe fim ao ciclo de cortes

Mais na Exame