Economia

Demanda das empresas por crédito tem terceira queda consecutiva

Economistas da Serasa dizem que resultado já mostra desaquecimento da economia

Setor do comércio liderou queda da demanda por crédito em junho (.)

Setor do comércio liderou queda da demanda por crédito em junho (.)

DR

Da Redação

Publicado em 19 de julho de 2010 às 10h30.

São Paulo - A demanda das empresas por crédito, medida por indicador da Serasa Experian, caiu 0,7% entre maio e junho. Apesar de pequena, a redução é a terceira consecutiva. De acordo com os economistas da entidade, o movimento já reflete um desaquecimento no crescimento econômico do país.

Em relação a junho de 2009, a demanda das empresas por crédito avançou 3,0%, o menor crescimento anual dos últimos cinco meses. Por outro lado, no acumulado do primeiro semestre de 2010, a demanda das empresas por crédito avançou 9,4% sobre o período acumulado de janeiro a junho de 2009.

De acordo com o indicador, as micro e pequenas empresas foram responsáveis pela queda na procura das empresas por crédito no mês de junho. A redução do índice para companhias deste porte foi de 0,7% em relação a maio. A procura por crédito das médias empresas caiu 0,5% e, nas grandes empresas, o recuo foi de 0,2%.

Na análise por setor, o resultado mostra que as empresas do comércio lideraram a queda da demanda por crédito em junho, registrando recuo de 1,5% frente a maio de 2010. As empresas industriais e de serviços seguiram em direção oposta, avançando 0,7% e 0,2% as suas demandas por crédito, respectivamente.

Acompanhe tudo sobre:CréditoCrescimento econômicoDesenvolvimento econômicoEmpresasPequenas empresas

Mais de Economia

Cade analisa se parceria entre Gol e Azul precisa ser submetida ao órgão

Eletrobras: trabalhadores poderão entrar em greve a partir de 3 de junho

'Esta semana fiquei nervoso porque vi o preço do arroz muito caro no supermercado', diz Lula

Dia da Indústria: setor busca modernização, com inovação e compromisso sustentável

Mais na Exame