Economia

Déficit nominal do setor público soma R$ 42,018 bi em setembro

No ano até setembro, o déficit nominal somou R$ 277,793 bilhões, o que equivale a 4,37% do PIB

 (EXAME/Exame)

(EXAME/Exame)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 29 de outubro de 2021 às 11h57.

Última atualização em 29 de outubro de 2021 às 12h04.

O setor público consolidado registrou um déficit nominal de R$ 42,018 bilhões em setembro, informou nesta sexta-feira, 29, o Banco Central. Em agosto, o resultado nominal havia sido deficitário em R$ 29,739 bilhões e, em setembro de 2020, deficitário em R$ 103,419 bilhões.

A política vai seguir dando o tom na bolsa? Vai. E você pode aproveitar as oportunidades.  Aprenda a investir com a EXAME Academy

No mês passado, o Governo Central (Tesouro Nacional, Banco Central e INSS) registrou déficit nominal de R$ 50,495 bilhões.

Os governos regionais (Estados e municípios) tiveram saldo positivo de R$ 7,220 bilhões, enquanto as empresas estatais registraram superávit nominal de R$ 1,256 bilhão.

O resultado nominal representa a diferença entre receitas e despesas do setor público, já após o pagamento dos juros da dívida pública.

No ano até setembro, o déficit nominal somou R$ 277,793 bilhões, o que equivale a 4,37% do PIB.

Em 12 meses até setembro, há déficit nominal de R$ 404,649 bilhões, ou 4,84% do PIB.

 

Acompanhe tudo sobre:Déficit públicoGoverno Bolsonaro

Mais de Economia

Ata do Copom: cenário de inflação mais desafiador exige juros altos por mais tempo

Ata do Copom deve trazer mais detalhes sobre consenso para interromper corte de juros

Repasses federais ao RS poderão ser consultados na internet

Argentina entra em recessão técnica após PIB cair 5,1% em meio a medidas de Milei

Mais na Exame