Economia
Acompanhe:

Comissão Europeia vai liberar 250 bilhões de euros para apoiar a transição verde

Em seu discurso, Ursula von der Leyen acusou o presidente da Rússia, Vladimir Putin, de usar combustíveis fósseis "como uma arma contra a Europa"

Ursula destacou que a Europa já conseguiu encher os estoques de gás natural em mais de 90% (Olivier Hoslet/Reuters)

Ursula destacou que a Europa já conseguiu encher os estoques de gás natural em mais de 90% (Olivier Hoslet/Reuters)

E
Estadão Conteúdo

28 de outubro de 2022, 14h01

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, anunciou nesta sexta-feira, 28, que a Comissão irá liberar cerca de 500 bilhões de euros do projeto NextGenerationEU, dos quais 250 bilhões de euros serão para apoiar a transição verde.

Em discurso inicial na Conferência da União Europeia sobre o Investimento Sustentável 2022, ela destacou ainda que a criação do projeto REpowerEU irá não só acelerar os investimentos de energia limpa, mas acabar com a dependência da Europa em relação à energia fornecida pela Rússia.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia.

Ela reforçou a necessidade de investimentos públicos com a mobilização de capital privado e o "empoderamento" de trabalhadores com habilidade para a transição verde.

Em seu discurso, Ursula von der Leyen acusou o presidente da Rússia, Vladimir Putin, de usar combustíveis fósseis "como uma arma contra a Europa" desde o início da guerra na Ucrânia. "Não seremos chantageados e não iremos comprometer nossos valores. Estamos determinados em finalizar nossa dependência dos combustíveis fósseis da Rússia".

Ainda, ela destacou que a Europa já conseguiu encher os estoques de gás natural em mais de 90% e que também conseguiu economizar 15% do consumo.

LEIA TAMBÉM: