Economia

Caixa destinará R$ 30 mi para recuperação de casas atingidas por enchentes no RS

Os projetos poderão ser inscritos por entidades sem fins lucrativos até 17 de junho

Rio Grande do Sul: estado sofre com danos provocados por chuvas e enchentes ( Carlos FABAL / AFP)

Rio Grande do Sul: estado sofre com danos provocados por chuvas e enchentes ( Carlos FABAL / AFP)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 24 de maio de 2024 às 16h14.

Última atualização em 24 de maio de 2024 às 16h39.

Tudo sobreEnchentes no RS
Saiba mais

A Caixa Econômica Federal destinará R$ 30 milhões do Fundo Socioambiental (FSA Caixa) para a recuperação de casas e pequenos empreendimentos atingidos pelas enchentes no Rio Grande do Sul. Os projetos poderão ser inscritos por entidades sem fins lucrativos até 17 de junho.

Será formado um banco de propostas, e estarão aptos a receber recursos projetos com valores entre R$ 500 mil e R$ 3 milhões.

"Diante da situação de calamidade pública gerada pelas enchentes na Região Sul, a Caixa utiliza seu Fundo Socioambiental como mais uma frente de ação solidária do banco para diminuir o sofrimento do povo gaúcho", diz em nota o vice-presidente de Sustentabilidade e Cidadania Digital, Paulo Rodrigo.

Os projetos voltados para melhorias habitacionais devem dar suporte à recuperação de moradias em situação de calamidade pública, com prioridade para a população de baixa renda. A recuperação pode ser via compra de material e obras civis.

Nos projetos para microempreendimentos, é possível propor a compra de equipamentos, itens imobiliários e pequenas obras civis.

O terceiro eixo é o de soluções pós-crise, o que inclui melhoria de pequenas infraestruturas básicas, relativas ao bem-estar e à subsistência das comunidades.

Acompanhe tudo sobre:CaixaEnchentes no RSRio Grande do Sul

Mais de Economia

Alckmin destaca compromisso do governo com o arcabouço fiscal

Haddad diz que Brasil é uma “encrenca”, mas que tem potencial de ser “grande”

Brasil está pronto para acordo Mercosul e União Europeia, diz Lula

Nova presidente da Petrobras troca três dos oito diretores da estatal

Mais na Exame