Arábia Saudita se torna maior importadora de armas do mundo

Juntos, Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos importaram mais que toda a Europa Ocidental; EUA segue como maior exportador

São Paulo - A Arábia Saudita ultrapassou a Índia e se tornou o país que mais importa armas no mundo, de acordo com dados divulgados pela consultoria IHS.

Juntos, Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos importaram mais que toda a Europa Ocidental. O grande beneficiário disso é os Estados Unidos, que viu suas exportações para o Oriente Médio pularem de US$ 6 bilhões em 2013 para US$ 8,4 bilhões em 2014.

Enquanto isso, a China passou do quinto para o terceiro lugar entre os importadores e Turquia e Paquistão entraram no top 10.

As exportações de defesa da Rússia cresceram 9% em 2014, mas as sanções e a queda do preço do petróleo devem derrubar o número em 2015.

O maior exportador de armas continua sendo os Estados Unidos: não houve mudanças no top 5 de um ano para o outro, mas a Itália substituiu Israel na sexta posição.

O comércio global de defesa cresceu pelo sexto ano consecutivo e foi de US$ 56,8 bilhões em 2013 para US$ 64,4 bilhões em 2014.

Ben Moores, analista-sênior de defesa na IHS, diz que "o número recorde foi resultado de uma demanda sem paralelos nos mercados emergentes por equipamento áereo militar e uma escalada das tensões regionais no Oriente Médio e na Ásia-Pacífico".

Veja os 10 maiores importadores e exportadores em 2013 e 2014:

Importadores 2013 2014
1 Índia Arábia Saudita
2 Arábia Saudita Índia
3 Emirados Árabes Unidos China
4 Taiwan Emirados Árabes Unidos
5 China Taiwan
6 Indonésia Austrália
7 Coreia do Sul Coreia do Sul
8 Egito Indonésia
9 Austrália Turquia
10 Singapura Paquistão
Exportadores 2013 2014
1 EUA EUA
2 Rússia Rússia
3 França França
4 Reino Unido Reino Unido
5 Alemanha Alemanha
6 Israel Itália
7 China Israel
8 Itália China
9 Suécia Espanha
10 Canadá Canadá

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.