Economia

Após dois meses de alta, inflação do aluguel cai 0,06% em fevereiro

A queda do IGP-M ficou dentro das estimativas, que iam de queda de 0,15% a aumento de 0,28%, com mediana positiva em 0,05%

IGP-M: A inflação acumulada em 12 meses pelo IGP-M arrefeceu de 3,79% em janeiro para 1,86% em fevereiro. No ano de 2023, o indicador acumula variação positiva de 0,15%. (Getty Images/Getty Images)

IGP-M: A inflação acumulada em 12 meses pelo IGP-M arrefeceu de 3,79% em janeiro para 1,86% em fevereiro. No ano de 2023, o indicador acumula variação positiva de 0,15%. (Getty Images/Getty Images)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 27 de fevereiro de 2023 às 08h58.

Última atualização em 27 de fevereiro de 2023 às 11h20.

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), considerado a inflação do aluguel, registrou deflação de 0,06% em fevereiro, após alta de 0,21% em janeiro, informou nesta segunda-feira, 27, a Fundação Getulio Vargas (FGV). A queda ficou dentro das estimativas colhidas pelo Projeções Broadcast, que iam de queda de 0,15% a aumento de 0,28%, com mediana positiva em 0,05%.

A inflação acumulada em 12 meses pelo IGP-M arrefeceu de 3,79% em janeiro para 1,86% em fevereiro. No ano de 2023, o indicador acumula variação positiva de 0,15%.

A deflação do IGP-M de novembro foi puxada pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-M), que caiu 0,20%, ante alta de 0,10% em janeiro. O índice de preços no atacado acumula valorização de 0 42% em 12 meses.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC-M), arrefeceu a 0,38%, ante 0,61%, com inflação acumulada em 12 meses de 4,54% em fevereiro. O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-M) também desacelerou nesta leitura, a 0,21%, após 0,32%. A alta acumulada em 12 meses é de 8,76%.

Acompanhe tudo sobre:aluguel-de-imoveisFGV - Fundação Getúlio VargasIGP-MInflação

Mais de Economia

Após pedido do governo, Zanin suspende liminar que reonera a folha de pagamentos por 60 dias

Haddad: governo anuncia na próxima semana medidas sobre impacto e compensação da desoneração

Fiergs pede ao governo Lula flexibilização trabalhista e novas linhas de crédito ao RS

É possível investir no exterior morando no Brasil?

Mais na Exame