Economia

Agricultura e agronegócio contribuíram com 23,5% do PIB em 2017

Estimativa, que corresponde à maior participação em 13 anos, foi divulgada pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA)

Agricultura: confederação disse também que a criação de empregos foi a mais alta em 5 anos nos setores de agricultura e produção de carne (Cristiano Mariz/Site Exame)

Agricultura: confederação disse também que a criação de empregos foi a mais alta em 5 anos nos setores de agricultura e produção de carne (Cristiano Mariz/Site Exame)

R

Reuters

Publicado em 5 de dezembro de 2017 às 12h00.

Brasília - A agricultura e o agronegócio no Brasil contribuíram com 23,5 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) do país em 2017, a maior participação em 13 anos, estimou nesta terça-feira a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

A CNA disse também que a criação de empregos foi a mais alta em 5 anos nos setores de agricultura e produção de carne, os únicos segmentos da economia que aumentaram o emprego.

A CNA acrescentou em sua coletiva anual, em Brasília (DF), que a agricultura foi o principal contribuidor para reduzir a inflação no Brasil.

Acompanhe tudo sobre:AgriculturaAgronegócioPIBPIB do Brasil

Mais de Economia

Caged: emprego cresce pelo 4º mês e Brasil abre 240 mil vagas com carteira assinada em abril

Taxa de desemprego fecha abril em 7,5%, o menor resultado para o mês desde 2014

Brasil melhora, mas continua no top 10 dos países mais difíceis para negócios no mundo

Governo deve anunciar ajuda de R$ 15 bilhões a grandes empresas gaúchas nesta quarta-feira

Mais na Exame