Acompanhe:

Abertura de empresas cresce 3,5% de janeiro a maio

De acordo com os economistas da Serasa Experian, o aumento foi puxado exclusivamente pelo surgimento de novos microempreendedores individuais

Modo escuro

Continua após a publicidade

	Empresa: de acordo com os economistas da Serasa Experian, o aumento foi puxado exclusivamente pelo surgimento de novos microempreendedores individuais
 (Thinkstock/shironosov)

Empresa: de acordo com os economistas da Serasa Experian, o aumento foi puxado exclusivamente pelo surgimento de novos microempreendedores individuais (Thinkstock/shironosov)

D
Da Redação

Publicado em 28 de julho de 2016 às, 17h51.

Entre janeiro e maio de 2016 foram criadas 851.083 novas empresas, 3,5% a mais do que o registrado nos primeiros cinco meses de 2015, quando o indicador apurou 822.519 nascimentos.

Em maio de 2016, foram criadas 176.108 novas empresas, aumento de 1,2% em relação ao mesmo mês do ano passado. Os dados foram divulgados hoje (28) pelo Indicador Serasa Experian de Nascimento de Empresas.

De acordo com os economistas da Serasa Experian, o aumento de novas empresas nos primeiros cinco meses do ano foi puxado exclusivamente pelo surgimento de novos microempreendedores individuais (MEIs).

Segundo eles, esse movimento tem sido determinado principalmente pelo aumento do desemprego no país por causa da recessão econômica, impulsionando trabalhadores desempregados a buscarem, de forma autônoma e formalizados, alternativas econômicas para a geração de renda.

Serviços

Conforme os dados, nos primeiros cinco meses de 2016 o número de microempreendedores individuais totalizou 683.779, 9,9% a mais do que no mesmo período de 2015, quando 622.397 novos MEIs surgiram.

Em maio de 2016, o número de MEIs alcançou 143.007, alta de 7,8% sobre maio de 2015, quando 132.661 novos MEIs surgiram.

A pesquisa revelou que o número de nascimentos em empresas individuais caiu 29,3% de janeiro a maio, com 53.096 companhias nascidas, contra 75.119 no mesmo período do ano anterior.

As sociedades limitadas também caíram de 82.665 para 69.862 (-15,5%). O nascimento de empresas de outras naturezas registrou crescimento de 4,7%, totalizando 44.345 novas companhias.

O setor de serviços foi o mais procurado pelos empreendedores nos primeiros cinco meses de 2016, com abertura de 585.829 novas empresas no segmento, equivalente a 63,0% do total de nascimentos.

Em seguida aparecem as empresas comerciais (242.413 nascimentos, 28,5% do total) e o setor industrial (70.661 empresas abertas, 8,3% do total).

Últimas Notícias

Ver mais
Troca de comando e Projeto Cerrado em ação: a nova fase da Suzano pós-Schalka
Exame IN

Troca de comando e Projeto Cerrado em ação: a nova fase da Suzano pós-Schalka

Há 17 horas

Com 4º tri "de ouro", lucro da C&A dobra e bate (com folga) previsão do mercado 
Exame IN

Com 4º tri "de ouro", lucro da C&A dobra e bate (com folga) previsão do mercado 

Há 19 horas

Hambúrguer de milhões: holding que fatura R$ 200 mi compra nova marca de olho em multifranqueados
seloNegócios

Hambúrguer de milhões: holding que fatura R$ 200 mi compra nova marca de olho em multifranqueados

Há um dia

Porto tem trimestre acima do consenso; Kakinoff quer manter ritmo de crescimento
Exame IN

Porto tem trimestre acima do consenso; Kakinoff quer manter ritmo de crescimento

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais