Acompanhe:

63% de inscritos no Cadastro Positivo não são mais devedores

O Cadastro Positivo existe desde 2013 e permite que as concedentes de crédito vejam as contas pagas daquele que está solicitando o crédito

Modo escuro

Continua após a publicidade

	Análise: o Cadastro Positivo existe desde 2013 e permite que as concedentes de crédito vejam as contas pagas daquele que está solicitando o crédito
 (Thinkstock/anyaberkut)

Análise: o Cadastro Positivo existe desde 2013 e permite que as concedentes de crédito vejam as contas pagas daquele que está solicitando o crédito (Thinkstock/anyaberkut)

D
Da Redação

Publicado em 25 de julho de 2016 às, 16h01.

Levantamento da Serasa Experian revelou que de 3,087 milhões de consumidores que abriram o Cadastro Positivo, 36,1% estão inadimplentes e 63,9% apresentaram alguma restrição ao crédito nos últimos dois anos, mas saíram da lista de devedores. Outros 24,5% não foram negativadas nos últimos 24 meses.

O estudo apontou que a maioria dos cadastrados (61,8%) recebe até dois salários mínimos. Entre as pessoas que optaram pelo Cadastro Positivo, 15,0% têm entre 31 e 35 anos, seguido daqueles entre 26 e 30 anos (14,5%) e, da faixa entre 36 a 40 anos (12,9%).

O Cadastro Positivo existe desde 2013 e permite que as concedentes de crédito vejam as contas pagas daquele que está solicitando o crédito.

No caso do sistema anterior só os registros negativos eram considerados. Segundo a Serasa Experian, as informações possibilitam o aprimoramento das ferramentas utilizadas na concessão e gerenciamento do crédito, porque mostra o grau de comprometimento das pessoas com financiamentos em todo o mercado.

“O Cadastro Positivo contribui para reduzir a assimetria de informações e estimular um sistema de precificação mais justa, em que se leva em conta o perfil de risco de cada tomador”, explicou a diretora do SerasaConsumidor, Fernanda Monnerat.

Para abrir o Cadastro Positivo basta entrar no site http://www.serasaconsumidor.com.br. O consumidor que fizer o Cadastro Positivo pela internet ganha um mês do serviço antifraude da Serasa, o MeProteja.

Ele avisa por e-mail e mensagem de celular (SMS) toda vez que o CPF do cidadão for consultado na hora de uma compra no comércio ou empréstimos em bancos.

O sistema alerta no caso de tentativa de abertura de empresa com o número do documento, se o titular estiver prestes a ser negativado ou ainda quando o consumidor sair do cadastro de inadimplência.

Para a diretora do SerasaConsumidor, a população precisa aproveitar este novo canal lançado pela empresa. “Abrir o Cadastro Positivo sem sair de casa, com toda facilidade, é uma excelente oportunidade para que o cidadão comece a fazer parte desse histórico de bons pagadores. Entre outras vantagens, o cadastro estimula um sistema de precificação mais justo, em que a taxa de juros leva em conta o perfil de risco de cada cidadão”, disse.

Últimas Notícias

Ver mais
Brasil e outros 121 países fecham acordo para aumentar investimentos estrangeiros
Economia

Brasil e outros 121 países fecham acordo para aumentar investimentos estrangeiros

Há 11 horas

Ministros de Finanças do G20 se reúnem em São Paulo nesta semana
Economia

Ministros de Finanças do G20 se reúnem em São Paulo nesta semana

Há 14 horas

Aumenta a confiança da indústria, diz pesquisa da FGV
Economia

Aumenta a confiança da indústria, diz pesquisa da FGV

Há um dia

IFI reduz estimativa para dívida bruta em 2024, de 78,8% para 77 7% do PIB
Economia

IFI reduz estimativa para dívida bruta em 2024, de 78,8% para 77 7% do PIB

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais