Continua após a publicidade

Papai Noel eletrônico em alta

O varejo brasileiro se prepara para o melhor Natal dos últimos anos. A Fecomércio, entidade que reúne empresas de comércio de São Paulo, estima um crescimento de 12% nas vendas de dezembro em relação ao mesmo período do ano passado, podendo chegar a um faturamento de 11 bilhões de reais no mês na Grande São Paulo. Apesar de bons, os números das lojas físicas são bastante modestos na comparação com […] Leia mais

P
Primeiro Lugar

Publicado em 5 de novembro de 2010 às, 11h02.

Última atualização em 24 de fevereiro de 2017 às, 10h54.

O varejo brasileiro se prepara para o melhor Natal dos últimos anos. A Fecomércio, entidade que reúne empresas de comércio de São Paulo, estima um crescimento de 12% nas vendas de dezembro em relação ao mesmo período do ano passado, podendo chegar a um faturamento de 11 bilhões de reais no mês na Grande São Paulo. Apesar de bons, os números das lojas físicas são bastante modestos na comparação com as previsões do varejo on line. De acordo com a Câmara e-net, entidade que reúne empresas que atuam no varejo on line, as vendas das lojas que atuam na internet devem crescer aproximadamente 50% em relação ao Natal do ano passado. A estimativa da entidade é atingir 2,4 bilhões de reais em vendas no mês de dezembro em todo o país. Na Grande São Paulo, o comércio eletrônico deve faturar cerca de 650 milhões de reais. “O aumento do número de pessoas conectadas à internet e o crescimento da renda da população são os principais fatores para este crescimento tão forte”, diz Manuel Mattos, presidente da Câmara e-net. Como já acontece tradicionalmente, os eletroeletrônicos deverão responder pela maior parte das vendas do setor. (P.D.)